sexta-feira, agosto 31, 2007

TECLA DE PIANO

Senti, não sei bem como senti
o mais sentido sofrer do ser humano,
ouvi, não sei bem como ouvi
o gemido de uma tecla de piano.

Soltei meu olhar, libertei minha audição
caminhei levada por tão belo tom.

Na esquina da rua, um prédio envelhecido,
mantinha aberta uma pequena janela,
subo a escadaria seguindo o tal ruído,
ao parapeito me agarro e espreito por ela.

Ao entender quem era a dona do som,
entrou pela janela o meu coração.

A música dobra a dor, no teclado
o som, que transmite, faz seu ser sofrer
quem magoa tal jovem, tem de ser malvado,
não ouve, não vê, não pode viver!

Na gasta poltrona, de veludo vermelho,
onde em tempos se sentou o seu amante,
jaz um papel, com texto escrito e velho,
onde se lê a despedida, perturbante.

São penosas as horas de delonga,
por algo que pensou nunca perder,
não será a luz, nem mesmo a sombra,
que a fará da vida esmorecer!

Toca o seu piano, seu fiel amigo,
nestes longos anos sempre ao seu dispor,
tecla a tecla lhe traz amor e abrigo,
ao permitir, com suas notas, ela compor.

Sem perturbar a alma da esperança,
que embevecida espera, ainda, em vão,
salto da janela, tal qual uma criança,
e escondo, bem fundo, o meu coração.

A viela estreita parece uma avenida,
que percorro correndo, procurando a vida.

Não volto a sentir a jovem sonhar
não volto a ouvir o piano tocar
não sei porque corro, não posso parar,
decerto será para te encontrar!


Fernanda

40 comentários:

Tiago R Cardoso disse...

E eu senti a poesia...
Como escreveu no meu blogue, eu retribuo, tem aqui um fã.

Gasolina disse...

Palavras lindas estas!
Ouvem-se os sons que saem desse piano.

Um beijinho e bom fds!

Sol da meia noite disse...

Gemido de uma tecla de piano...
Alma que sofre...

Lindo!
Beijinho, minha amiga!

Papoila disse...

Continua a procurar a vida assim. Corre para ela...não esperes.

Beijos
BF

LUZIMAR disse...

OLÁ QUERIDA NÃO VOU DIGITAR MUITO, POIS SINTO DORES.

MAS GOSTARIA DE SABER SE NÃO GOSTOU DA FOTO QUE ENVIEI POR E-MAIL????

SE NÃO GOSTOU DESCULPE-ME SÓ QUERIA AGRADÁ-LA. COM UMA MONTAGEM MINHA.

LINDA A POESIA.

FIQUE COM DEUS.


SUA FÃ DE SEMPRE.

Menina do Rio disse...

Vou sentar aqui e ficar quetinha ouvindo o gemido do piano através da janela.

beijos

Saramar disse...

Que lindeza!
Como é rico de sensações e beleza!
Adorei.

beijos, bom final de semana.

MANDALAS POEMAS disse...

Hola, desde Barranquilla, Colombia, te envío un caluroso saludo y mis felicitaciones por tu blog y en especial por su contenido. Te invito a que visites el mio donde están consignados mis poemas los cuales puedes utilizar si lo deseas, eso si mencionando el blog o mi nombre. Espero tu visita y tus valiosos comentarios.

www.mandalaspoemas.blogspot.com

Un abrazo,


Víctor González Solano

O Profeta disse...

Soltaram-se as notas desta sonata
Secretamente a noite invadiu o dia
Risos de pássaro de fogo na manhã
Que uma suave brisa anuncia


Bom fim de semana

Uma profecia de ternura

astrid disse...

Fanny
Toca o piano , menino, que aí está toda a metafísica do mundo.
Bfs
e beijinhos

Maria disse...

Oxalá seja para o encontrar......

Beijo

multiolhares disse...

Quando a musica sai de um piano como os acordes desafinados, a vida dói
beijos

Alexandre disse...

Achei lindo como rimaste piano com humano, abrigo com amigo e muitas outras rimas! De todos os teus poemas fantásticos este foi dos que mais me ficou no coração...

Muitos beijinhos!!!

Meg disse...

Fernanda,
Venho agradecer as visitas e ao mesmo tempo dizer que voltarei, agora de férias, para te ler com atenção e comentar da mesma forma.
Apenas fiz uma primeira leitura, em diagonal, e surpreendeste-me pela positiva. Gostei. Mas preciso de mergulhar nas tuas palavras e encontrar-me nelas.
Beijinhos

Pedro Arunca disse...

Dedo após dedo aqui estou a dedilhar
meus olhos pousaram neste belo lugar
Como é bom encontrar
num bonito poema
a musica e a vida
num teorema que nos faz vibrar.
Volto já!

SentidoS disse...

Lindo. Bonitas letras dedilhadas pela mestria de uma melodia que mora no teu coração, pelo fino sabor de um piano em comoção...

Beijo Sentido

JRL disse...

Olá Fernanda,
Belo blogue. Obrigada pela visita

saturno disse...

olá!!

O som do piano é algo fantástico que nos toca e mostra a imensa força de um pequeno objecto...
Obrigada pela visita no meu espaço.
Belo poema...

Beijinhos!!

Jograis e Trovadores disse...

Gosto muito dos teus poemas.
Beijinhos

poetaeusou . . . disse...

*
não te procurarei
porque não te perdi
sons de piano ouvi
seguindo o teu teclar
continuo a sonhar
teu eco eu serei
*
jinos
*

Joana disse...

todos!!belos e sentidos poemas...pode não parecer(por falta de comentários)mas passo sempre por aqui para enchera minha alma com as tuas palavras!
beijocas

Lia disse...

Talvez sejas o piano onde toca os acordes de um amor...

Um beijo

Era uma vez um Girassol disse...

O som do piano é mágico...e triste.
Mas a vida espera que não se desista, para nos oferecer o que queremos encontrar, continuando a tocar.
Bjs

MEU DOCE AMOR disse...

Lembrei-me da "Rapariga do Tambor"

Aqui Rapariga do Piano

Um beijinho doce:)Fernanda

rosa dourada/ondina azul disse...

Belo poema,
a rapariga do piano,
toca para esquecer
um amor que passou
que ela não esqueceu...


Beijinhos para ti,

Menina do Rio disse...

Recebi uma indicação para concorrer com o meu poema "LAÇOS
E PEDAÇOS" ao "PRÉMIO CANETA DE OURO - POESIA 'IN BLOG' 2007"
idealizado por ANDRÉ L. SAORES do blog "http://poemasdeandreluis.blogspot.com e
RITA COSTA do blog "http://ritacosta-almadepoesia.blogspot.com
e me coube escolher 5 blogs para participar.
Se resolveres aceitar vais até "http://poemasdeandreluis.blogspot.com/2007/08/prmio-caneta-de-ouro.html#links"
ler as regras e confirmas a tua participação. É opcional.
O poema indicado por mim é: "TECLA DE PIANO" postado em 30/08/2007.

beijos

astrid disse...

Uhau!
Amei. Tem ritmo, fogo, esperança

linda menina

bj bs

Andas arredia!

C Valente disse...

Toca o piano sem parar
A melodia ecoa no ar
Toca o piano toca
Para eu poder sonhar

Continua a escrever para eu poder ver e ouvir
saudações amigas com um beijo

amigona avó e a neta princesa disse...

Que lindo amiga! Quase senti opiano! Beijo,,,

O Profeta disse...

Ouvi as ultimas notas da tua sonata, fechei os olhos para que as palavras voassem puras e naveguei no sublime do teu sentir...

Doce e terno beijo

poetaeusou . . . disse...

*
por onde
andas a pianar ...
*
conchinhas salitradas
*

Bichodeconta disse...

A quem assim sente, e sobretudo a quem assim escreve só posso agradecer estes momentos e dar os parabéns.. Um beijinho, ell

aryana disse...

Tal como das teclas do piano emerge o mais belo soar
Também da tua alma poeta
nasce a música,o sentir e amar

impulsos disse...

Decerto que será!...

Um templo de poesia, foi o que aqui encontrei.

Muito bem, Fernandinha
Gostei de conhecer esta tua casinha.
Agora vou espreitar as outras.

Bjo

ana p roque disse...

Parabéns Fernanda!
Bela poesia,que para mim
era totalmente desconhecida.
Passarei a visitar mais vezes,
este seu cantinho tão especial.

Beijinho.
aPr

Alice Matos disse...

Que lindo, querida Fernanda...
O amor é um sentimento tão especial que até a dor que provoca tem beleza... principalmente quando coloca palavras na pena do poeta...
Recebe um beijinho especial desta tua amiga...

Menina do Rio disse...

Olá Fernanda! Já percebi que qd escrevemos os links aqui eles saem incompletos. Entra pelo meu blog. Todas as coordenadas estão nos links lá. E Parabéns, pois o teu poema mais outra indicação que já vim por ai num blog.

beijos

joão jacinto & poemas disse...

Um piano, música de notas palavras,
tocado com sentimento e sabedoria!

Grato, Fernanda!

bj,

jj

Anónimo disse...

meu nome e kevin tenho 15 anos
toco piano des dos 9 anos
gostei de sua poesias fala bem sobre piano umas da minhas misicas que eu toco e gosto é
DENTRO DE VOCÊ !!!
te mais

betabras disse...

Enquanto procurava na net palavras sobre piano encontrei este poema...vou copiá-lo e colá-lo no meu myspace...espero q não leve a mal por gostar mt dele... www.myspace.com/betabras ;)