terça-feira, agosto 07, 2007

ENCONTREI-ME COMIGO

Escalei uma montanha.
Subi ao ponto mais alto.
Respirei.
Esperava-me alguém.
Saudámo-nos.
Senti-lhe a voz da alma,
naquela melodia calma,
que respirava liberdade arejada,
sob a lua dourada.
Pareceu-me familiar.
Vi-me nela.
Não, não poia ser.
Eu... eu não era assim.
Talvez... talvez a outra parte de mim?!

A outra parte de mim,
de mim lutadora,
que tinha chegado vencedora
ao cume da montanha.

Sim, eu!
Encontrei-me comigo
no cimo da montanha,
que me ofereceu abrigo
e me enalteceu pela façanha.

Lá construí uma fortaleza,
fortaleza de mim...
longe da mescla do sentimento,
longe da tempestade de areia no deserto!


Fernanda

12 comentários:

aryana disse...

Este texto além de belíssimo,sugeriu-me uma necessidade sistematicamente adiada. Preciso muito de subir a uma montanha qualquer,longe da multidão para me reencontrar"vicissitudes da vida!!!
Obrigada
Bjos

C Valente disse...

se todos dermos um pouco de nós pouquinho que seja , creio que o mundo será melhor.
como sempre gosto de ler os teus pemas, Obrigado
Saudações amigas

poetaeusou disse...

*
que me ofereceu abrigo
*
ji
*

astrid disse...

Conheci-te no Valente-
O mar e as areias e as palavras tambem os sinto meus. Vem à minha praia um dia. :).



Por enquanto estou no sopé da duna e vou-me refrescando no ouro espalhado no areal, na prata das ondas

Gostei

Fernanda e Poemas disse...

Aryana,fico muito contente de gostares do meu poema. Sou uma mulher de estremos.
Mar e serra,

BJS,

Fernanda

Fernanda e Poemas disse...

C Velente, Ainda bem que pensa como eu.
Se todos realmente dessem um pouquinho de si, tudo seria melhor.

Um grande beijo,

Fernanda

Fernanda e Poemas disse...

Querido Poeta; Que bom teres gostado, do meu poema.
Tudo sai do meu coração.

Um grande beijo, com muitos corações.

Fernanda

Fernanda e Poemas disse...

Alice,
ÈS um encanto foi tão refrescante,
visitar o teu blogue.
Linda menina, fica sempre com esse teu humor, fascinante!!!!!!!!!!!!

BJS,

Fernanda

MEU DOCE AMOR disse...

A montanha é sempre um refúgio e quanto mais alta melhor.Mais perto da Luz está.

Beijinho doce linda lutadora

Fernanda e Poemas disse...

Meu Doce Amor, Obrigada pela visita aos meus cantinhos.
Aporei os seus comentários.

BJS,

Fernanda

poesiadaspiramides disse...

Quantas vezes para sobrevivermos temos de subir à montanha, e desbravar a lutadora que se esconde no mato
ji

Vertice da Alma disse...

Encontrarmo-nos connosco é descobrirmos pequenas particulas que por correria adiamos.
Lindo
Gostei
Um beijo