segunda-feira, junho 02, 2008

DOIS LOUCOS JUNTOS!...

Um dia, que não sei quando será,
tua loucura e a minha se juntarão,
nenhum preconceito as parará
e lado a lado, fazer loucuras irão.

O mundo é nosso e o caminho é em frente,
não pararemos, nem que nos ergam barreiras,
dois loucos juntos amando-se intensamente,
não são detidos por obstáculos, nem fronteiras.

Façam favor, não se oponham á loucura,
deixem-na ir, qual vendaval, qual tufão,
á nossa força, força nehuma segura.

É amor louco, transformado em foguetão,
nada e ningúem nos privará de ventura,
de voar juntos, nas asas, da ilusão.

Fernanda Costa
Lisboa, 02 de Junho de 2008

16 comentários:

Maria disse...

Um poema antigo já dizia
"o amor é louco
não façam pouco
desta loucura"....

É assim o amor, querida Fernanda. Completamente louco. E ainda bem....

Adorei este soneto.
Beijos

Sonia Regly disse...

Gostei muito do seu Blog.Voltarei outras vezes para ler com calma.Parabéns.VIm te convidar para conhecer o Compartilhando as Letras.Sua visita será uma honra!!!www.compartilhandoasletras.blogspot.com

Sonia Regly disse...

Cheguei até aqui, através do Blog do PENA, que é um ser maravilhosoooooo!!!!

FERNANDA & POEMAS disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Sonia Regly disse...

Fernanda,
Obrigada pela doce visita!!! volte outras vezes, fiquei muito honrada e feliz!!! Vou linkar seu Blog , ok???? Beijinhos

Pena disse...

Simpática Amiga:
Um pema sentido e muito belo.
É intenso e vive dessa intensidade.
Loucura? Irrealidade?
Sensatez. Na preciosa alma gigante de um foguetão que "explode" em momentos sentidos, profundos e belos.
Gostei muito.
A sua Alma poética é gigante. No afecto. Na amizade pura e linda.
Beijinhos de estima, consideração imensa e muito respeito
Sempre ao dispõr

pena

poetaeusou . . . disse...

*
ai louco, louco,
tens amor que sabe a pouco,
hihihi
,
conchinhas amigas
,
*

gaivota disse...

a loucura é um mal consentido!
será?
mas no amor, tudo pode acontecer,
haja "loucura" e sejam felizes!
beijinhossssssss

Carmim disse...

Que as loucuras se unam para gerar uma loucura ainda maior, e melhor!
O amor é louco, e faz sentido por ser assim!

Um beijo.

LOURO disse...

Querida amiga Fernandinha, a tua alma poética é grande em momentos sentidos, mas no amor, tudo pode acontecer.

O AMOR é louco
e faz sentido ser assim
fica a meu lado
eu vou ficar acordado
para zelar por ti...

Beijinhos de carinho e amizade
Lourenço

Joseph disse...

Fernandinha
Olá

Poema lindo, de amor, ainda que louco....
Amei lê-lo!

Beijos ternos, com carinho;)**

Guida Linhares disse...

Doce Fernandinha..de médico e de louco, todos nós temos um pouco, mas no amor, a loucura vai além do imaginável. Um dia bem amoroso procê..beijos, guida

Angel! disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Angel! disse...

É gostoso amar...
Desejar...se entregar...
Amo essas loucuras...
Vividas entre seres...
Amantes...apaixonados...
Tem coisa mais deliciosa?
Viva o AMOR!

Grande abraço querida amiga

xistosa disse...

É mesmo, uma ilusão a loucura dum amor.

Mas na hora certa o amor não é loucura, é mesmo o (es)voaçar juntos e bem entrelaçados, para voarem melhor ...

ana p roque disse...

Belo este poema,Fernanda!
O amor é mesmo uma loucura.

Bom final de semana.

Beijinhos.

aPr