terça-feira, junho 03, 2008

CONVERSAS ÍNTIMAS!...

Numa noite longa e fria,
com um serão prolongado,
o meu coração dormia
desiludido e cansado.

Fiz barulho e acordou
da sua desilusão
e apenas me perguntou:
-"Por favor que horas são"?

Olhei para o relógio e disse:
Nem sequer é madrugada,
meia-noite que "Chatice",
Ainda, não dormi nada...

Sabem como respondeu
meu cansado coração:
-"Não dormes tu, mas durmo eu,
está morta a minha ilusão.

Não me acordes por favor,
quero dormir descansado,
tuas insónias de amor
são um assunto arrumado.

Não esperes por quem não vem,
porque isso só mal te faz,
pois tu já não és ninguém,
dorme lá, descansa em paz".

Fernanda Costa
Lisboa, 03 de Junho de 2008

68 comentários:

Sonia Regly disse...

Querida Amiga,
Obrigada pela maravilhosa visita, me senti imensamente feliz e honrada. Vou linkar seu Blog, posso????

SADY FOLCH disse...

Fernanda, depois de comentar em algumas de tuas páginas, venho cá para certificar de que tens o mais belo texto junto ao coração que tenho lido.
Meus sinceros parabéns!!
Beijos
Sady

Guida Linhares disse...

Minha querida Nandinha..certa vez li que não se deve esperar nada além de um lindo amanhecer; nada mais do que os raios do sol aquecendo o rosto; nada além do que a brisa fresca afagando os cabelos. Assim quando o amado surgir na nossa frente, nos encontrará de sorriso largo e olhos brilhantes, por termos contemplado a natureza, sem a expectativa da espera. Era muito jovem e cheia de ilusões, quando li isso enão compreendi. Hoje na idade madura entendo perfeitamente isso tudo e percebi que quando uma pessoa realmente nos ama, ela marca presença, ela cultiva a plantinha do amor com muita prontidão, gentileza e carinho
e acima de tudo isso, quer apenas e somente a nossa felicidade.
Beijos carinhosos, guida

Maria disse...

Mas que insónia, Fernanda.....
Até pareces eu... que ando completamente trocada...
É um poema muito bonitinho....

Beijos de boa noite
(e dorme em paz!)

poetaeusou . . . disse...

*
pensa em mim,
e o susto será enorme,
adormeces imediatamente,
e até as insónias,
pedem asilo politico . . .
hehehe
,
conchinhas
,
*

Dias disse...

:) deliciosa!

Peço perdão por sorrir mas a forma como abordas os temas empurra-me sorrisos para os labios.

Gostei Fernanda

Beijinhos salgados

Ju disse...

acalma-te, coração... tudo passa!
;-)
beijos, Fernandinha!

Juℓi Ribeiro disse...

Lindo poema!
Realmente uma verdade
"Não esperes por quem não vem,
porque isso só mal te faz"

Concordo com Guida quando disse:

"...não se deve esperar nada além de um lindo amanhecer..."
Beijo.

maresia_mar disse...

Querida Fernanda,
ando tão sem tempo que já não vinha aqui há muito. gosto sempre do que escreves, belo poema,não se deve de facto esperar por quem não vem.. Um beijo com sabor a maresia

Falando de Amor disse...

Olá querida,

passando para matar a saudade e deixar um abraço apertado pra ti...
BJos, doce poetisa!

Ana Maria disse...

Não esperes por quem não vem.
Essa frase soou no meu ouvido,
mas vamos pensar que ele vem?
Poema bem reflexivo.
Belíssimo poetisa.
Obrigada pelas visitas, elas são muito importantes.
Dorme juntinho com esse coração.
Meus beijinhos.
Ana Maria

Olhos de mel disse...

Oie Fernandinha! Infelizmente existem momentos que esses diálogos acontecem mesmo. Mas ainda que triste, são belos versos. Fique bem, viu?
Boa semana! Beijos

p y b disse...

Fernandinha,
Este texto tem ritmo de samba ou de morna... Não sei. Este muito bonito e harmonioso texto fez-me sentir os acordes de uma música alegre e triste, um encanto! De música só percebo o que sinto quando ouço e danço.
Beijinhos com amizade,
Elisabete

Ariana disse...

Lindo poema!

Amei seu blog!

Beijo*

Zé Povinho disse...

De vez em quando lá vem a insónia, que desejamos sempre, seja passageira.
Abraço do Zé

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Ai que poema lindo, Fernanda! Posso lê-lo no domingo para a família? A gente sempre troca figurinhas, não é? Postei sobre Excalibur. wwwrenatacordeiro. blogspot.com/
não há ponto depois de www
Bj,
RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO

Lumife disse...

Gostei das Conversas íntimas. E já tinha saudades.


Beijos

BANDEIRAS disse...

Querida amiga Fernanda,

Aqui no Brasil, comemoramos o dia dos namorados em 12 de junho.
Aproveite para comemorar novamente o seu.
Sempre tem um maneira.
bjs

BANDEIRAS disse...

Oi,

Ainda sobre o teu blog,
estou começando a ler.
bjs

BANDEIRAS disse...

FErnanda,

Sem seu prévio consentimento, hoje estou usando fragmentos de seus poemas para o meu amor.
Tudo é muito lindo.
bjs

Sonia Regly disse...

Querida,
Coloquei uma postagem sobre a Restauração da Memória de um Povo, outra sobre drogas. Passe por lá e deixe seu comentário.

Manuela disse...

Olha nem a propósito ando com insónias, não consigo dormir de noite e depois de dia é que me d´´a aquela soneira...

Bons sonhos

Manuela

A Marcinha* !!! disse...

" O mais belo poema... é a vida,
que se lê... enquanto vai se compondo"


Bjs...Marcinha*

M. Nilza disse...

Esperar por quem não vem... Um grande mal.

Adorei seu poema, um dia vou conseguir rimar assim..rs

beijos

O Árabe disse...

Pessimista, talvez... mas muito bonito e original. Parabéns, amiga!

Ana Maria disse...

Fernanda, obrigada pelas visitas e pelas palavras de elogios.
Conversas íntimas fazem momentos contagiantes.
Uma tarde explêndida para você.
1000beijinhos

LOURO disse...

Olá Fernandinha,mais um poema sentido de amor .
Gostei!!!

Beijinhos de carinho e amizade

Lourenço

♥M@cellY♥ disse...

Não esperar pelo que não vai chegar...
OOoo atitude dolorída né?
ai ai..

Miga,To sumida né?
Estou terminando monografia pra apresentar já esse mes... to doidinha, vc nem imagina.. rsr

Beijãooooooooooo

Betty Branco Martins disse...

querida_________Fernandinha





sempre a tua_____poesia




tão


.sábia



.e



duma beleza






que me




encanta________:))










beijO_____C______carinhO

Cadinho RoCo disse...

Pois diga ao seu coração que para a esperança há sempre uma vinda por vir.
Cadinho RoCo

SILÊNCIO CULPADO disse...

Fernanda
Sempre fico deslumbrada com a beleza dos teus poemas.
As insónias de amor fazem adormecer o coração mas quem senão tu para dizer isto tão bem?

Abraço

Nilson Barcelli disse...

Gostei das tuas conversas íntimas em versos com rima.
Conseguiste criar uma atmosfera intimista num poema com ritmo e muito bem escrito.

Beijinhos.

Mário Margaride disse...

Querida Fernandinha,

Quando amar, se transforma em inquietude e insónias. Será melhor esquecermos esse amor, para podermos dormir descansados...

Belo poema!!

Beijinhos doces...

Mário

Lia Noronha disse...

Muito linda a sua poesia...pura emoção!!
Abraços diretamente do meu Cotidiano.

Sonia Regly disse...

Posso linkar seu Blog??? Têm post novo lá no Compartilhando as Letras, passe por lá e confira!!Seus comentários são muito válidos para mim.Obrigada pelo carinho.

Poemas e Cotidiano disse...

Oi Fernanda,
Que bonitos seus poemas. Esse ultimo gostei muito!
Alem do que fui visitar suas fotografias. Eu tambem adoro fotos!
Essa da flor esta belissima!
Obrigada pela sua visita ao meu Blog.
Um beijo carinhoso
MARY

O Sibarita disse...

Oi Fernanda!

O coração é assim mesmo, ta muito porreta sua poesia!

bjs
O Sibarita

Paulo disse...

"Não esperes por quem não vem,
porque isso só mal te faz,
pois tu já não és ninguém,
dorme lá, descansa em paz".

Todos somos Alguém

Agulheta disse...

Querida amiga. Quantas vezes o coração se sente desta maneira,mas depois desta insónia! um belo despertar numa linda manhã.
Beijinho doce amiga Lisa

Jorge P.G disse...

Minha querida Fernandinha,
que um ar tão alegre tens
dorme na tua caminha
como sonho que manténs.

Olha, acabei de ler o teu gentil comentário no Sino.
Há duas cidades, na Europa, que ninguém deve deixar de visitar e saborear: Paris e Veneza.
Não percas!

Um abraço e bons sonhos.
Jorge P.G.

joão m. jacinto & poemas disse...

É importante o amor!
Amar-me,
sentir-me amado,
ter o altruísmo de amar,
quem não me ama,
não amando
quem em egoísmo
tanto me quer.

jmj

Parabéns, Fernanda, pelo teu poema!
A solidão maior não é de quem está só, mas mal acompanhado.

Acredito na tua força e em ti,
e nunca me sentirei sozinho!

bj,

joão

J. ROBERTO BALESTRA disse...

Nanda, que belo poema! Adorei o diálogo. Quando a gente está assim igual a você, conversando com o próprio "cuore" e ouvindo-o responder, é sinal de que estamos mais perto do Creador, distante das coisas deste mundão tão áspero. Parabéns por sua enlevação.

Nanda, você é minha poeta do coração! Sou apaixonado por seus escritos e até por seus comentários lá no bloguinho, porque sei que você realmente fala com o coração sempre. Admiro muito seu estilo de escrita, coisa que o Creador só dá pra poucos...e você foi uma escolhida Dele. Beijos

lua prateada disse...

Mas que lindo Fernandinha, espectacular como tu consegues?teu coração soube mesmo falar e eletem razão sim,só que por vezes se quer e não se consegue ter esse descanço.

Na brisa suave do vento
E, tudo o que dele emana,
Passei atravez do tempo
Deixando lindo fim de semana.
Beijinho prateado com carinho
SOL

elvira carvalho disse...

Bonito. Descançar em paz era tudo o que eu queria...
Um abraço e bom fim de semana

Berta Helena disse...

Poema bonito, como é hábito. Gosto da Maria como escreves, do sentimento que colocas.

Beijinhos, Fernandinha.

LUZIMAR disse...

Bom dia querida amiga, sempre um grande prazer vir aqui em seu lindo cantinho.

Beijos no coração.

Serenidade disse...

Simplesmente fantástico:)

Que a força do Amor irradie todos os seguntos do actos e do coração do Homem para todos os seres que habitam este planeta maravilhoso, que as insónias não permitam esmurecer a força do amor.

Serenos sorrisos

EDUARDO disse...

intima, fantastica e de grande sensibilidade, es tu amiga querida!!
um beijão poemificado em ti!

xistosa disse...

Apesar de não parecer, encerra a esperança.
Qual o coração que adormece na expectativa de alguém ..., mesmo que morra a ilusão. Comprime-se, mas está sempre alerta.

Ana Maria disse...

Pela simpatia que tenho por você, pelos poemas cativantes, estou aqui para agradecer suas visitas nos 3 blogs.
Uma sexta de sucessos!
Meus beijinhos!

O Guardião disse...

Porque daqui nunca saio com insónias, volto sempre que dá, e leio com muito agrado.
Bfds
Cumps

Suave Toque disse...

"Viver é sentir que nem tudo está perdido.
É olhar dentro de si e descobrir algo que se chama coragem.
Coragem para fazer de um simples detalhe uma imensa razão de viver."

Passando para desejar um feliz final de semana

Beijos

Suave Toque

tempoparaamar disse...

E um coração aberto ao amor, não vive de insónia, enquanto nosso coração dorme nós ficamos a pensar, e por vezes lá vem a insónia .Beijinhos amiga.Salomé

Alice disse...

Ler-te é sempre encantador !!

bjkas pra vc e um lindo final de semana

Desnuda disse...

Querida Fernandinha, como de costume aqui encontro lindos poemas e a ternura própria de você.

Otimo fim de semana!

Bjs

António Inglês disse...

Fernandinha

Percebo o teu poema por inteiro.
Já me senti nesse turbilhão de emoções onde o coração não nos acompanha. Mas depois tudo faz sentido e acabaremos por recompor tudo.
Desejo-te um excelente fim de semana
António

Lyra disse...

Peço desculpa pela minha ausência...mas às vezes a vida dá voltas inesperadas e o chão parece que nos foge... Torna-se necessário “recolhermo-nos” um pouco, fugir do mundo e fazer uma introspecção profunda. É isso que tenho feito e por isso não te tenho vindo visitar...

A verdade é que me sinto no meio das trevas, onde sorrio à vida, como se conhecesse a fórmula mágica que transforma o mal e a tristeza em claridade e em felicidade. Então, procuro uma razão para esta alegria, não a acho e não posso deixar de rir de mim mesma. Creio que a própria vida é o único segredo...

Quando estiver mais...animada...voltarei aqui...

Beijinhos e desculpa

su disse...

Fabuloso, sabes? Com um ritmo simples mas cheio de conteúdo e com uma mensagem bem forte...um coração apagado sobre as cinzas do que foi!

Gui disse...

Olá Fenandinha, voltei. Voltei e tinha à minha espera mais um belo poema. Para variar. Um beijo.

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Postei vários poemas no meu blog. Basta achá-los. Mas preciso da sua ajuda para outra coisa. Desculpe-me, mas tive de fazer um novo post hj, tão perto do anterior, porque essas resenhas serão publicadas pela USP dentro em breve, então tenho que correr. Peço a sua compreensão e que vc ponha um comentário, caso contrário não haverá publicação.
wwwrenatacordeiro.blogspot.com/
não há ponto depois de www
Um beijo,
RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO

Brancamar disse...

Olá minha amiga,
Sábios versos os teus.
É verdade "não esperes por quem não vem", nem tenhas insónias de amor.Todos nós já precisamos destes conselhos, mas o amor não é assim tão racional. Só mais tarde reconhecemos que esperar por quem não vem é um tempo absolutamente perdido e um grande desgaste de energias.
Um bom fim de semana e mil beijinhos para ti.
Branca

P.S. Se te lembrares na próxima 5ª Feira não te esqueças de ver a Grande Entrevista da Judite de Sousa com um grande amigo - o Salvador Vaz da Silva.

C Valente disse...

Coversas intimasbonito , mas implica ser sempre a dois
Saudações amigas com um beijo

Menina do Rio disse...

Não me acordes, por favor

É lindo, Fernanda!
Quantas vezes temos essa conversa dentro de nós...

Um beijinho

© efeneto disse...

Já não venho a tempo de desejar bom fim-de-semana porque o tempo não deu.
Apenas tenho tempo de desejar uma óptima semana cheia de sonhos concretizados.
Porque o tempo agora me permite fica a promessa que voltar para “perder tempo” consigo.
Até lá perca tempos nestes;

Caminhos

É na busca ocasional da poesia
que fulgentes luas me habitam.

Como doem as portas cerradas!

São pedras floridas de musgo
caminhos que ninguém pisa.

Sobra o portal do templo
arcaria que o tempo emoldura.

Sonho & Sedução disse...

Em meio a noite fria , o vento vem a me chamar .
Meus pensamentos em você ,
mais uma vez ,vem a me visitar .
Venho então a sonhar , me arrepio , só de pensar !
Quero viver esse momento...
Dispersar-me da saudade , esse tormento .
Quero viver , sonhar !!!

BEIJO COM CARINHO MINHA AMIGA

Oliver Pickwick disse...

Acho que este desfecho é um sábio conselho, Fernandinha. Seu coração sabe das coisas. ;)
Um beijo!

efvilha disse...

Por que te confidencia coisas o teu coração, e são coisas tão boas, sem outras loas lá vai, em ti e no teu coração, o beijo suspirado da Paz.

Fernando Rozano disse...

poesia comprometida, afetiva e rica. gostei muito. abraços.