sábado, fevereiro 16, 2008

BELAS LEMBRANÇAS

Mantenho entre as mais belas lembranças,
Pelos campos, nossos passeios, de mãos dadas,
perdidos em horizontes de esperanças,
voando em fantasias aladas.

Os fáceis caminhos percorridos,
na planura da nossa imaginação,
tinham tapetes de pétalas estendidos
para passar a nossa doce ilusão.

Estes percursos, fruto da nossa utopia,
ao Paraiso nos teriam que levar,
para nós, a vida era amor e alegria,
mal e tritezas nela não tinham lugar.

O nosso Mundo era reino de venturas,
lá não cabiam nem malfeitores nem feras,
no Céu não pairavam nuvéns escuras,
as estações eram todas Primaveras.

Não havia fronteiras pr'o nosso amor,
ele ocupava todos os tempos e espaços,
ao abraçar-te tinha tal força e vigor
que eras o Mundo, apertado nos meus braços.

Anos, benditos, os que estou a recordar,
aqueles beijos que a boca nos queimavam,
noites de amor e loucuras sem parar,
só mais um beijo e novamente começavam.

Confesso, agora, que estão no fim nossas vidas;
Que dia-a-dia, são mais tristes e duras;
Que não lamento as loucuras cometidas;
Que gostaria de cometer mais loucuras.

Fernanda

24 comentários:

Maria disse...

..."que eras o Mundo, apertado nos meus braços."...
... e como eu percebo este poema.....

Beijinhos, Fernanda

Pitanga disse...

Assim era a vida da Rosa, aquela que despareceu do Pitanga, quando atravessou o Atlântico.

beijos, Fernanda

Agulheta disse...

Amiga Fernandinha. Depois de uns dias complicados,aqui estou para te dizer que adorei o poema como sempre,deixar. Abraço e beijinho de amizade Lisa

O Guardião disse...

Um hino ao amor, com a doçura habitual.
Cumps

Jose Gonçalves disse...

As recordações são como um bálsamo e mantém-nos de bem com a vida, pelo menos aquelas que são boas e nos irão acompanhar até ao fim da vida.
Entendo-a Fernandinha minha amiga, e recorde, recorde que faz bem à alma...
Um grande beijinho
José Gonçalves

Gui disse...

Fernandinha, no último post esqueci-me de passar o desafio aos amigos. Estás desafiada. Aceitas?
Um beijo

xistosa disse...

Terão sido fáceis os caminhos percorridos ????

Acredito que sim ...

Quem caminha como a minha "amiga" Fernanda, não necessita de olhar para as pedras do caminho!

Desejo-lhe um bom fim de semana.

C Valente disse...

"Anos, benditos, os que estou a recordar,"
Recordar tambem é viver
Bom fim de semana
com saudações amigas e um beijo

adrianeites disse...

"recordar é viver"
´
bj

Olhos de mel disse...

Oie Fernandinha! Esses sonhos valem a pena... mas devemos ter cuidado com as decepções ao acordarmos. Precisamos das belas lembranças para nos acalentar nos invernos da alma...
Linda poesia!
Bom domingo e uma semana de realizações!
Beijos

Bichodeconta disse...

Ai Feranandinha, de mão na mão, o mundo avançava mil vezes melhor.. As pessoas vivem de costas voltadas , tenho pena que assim seja.. Um beijinho e boa semana..

Fátima disse...

Amiga,

Que palavras encantadoras. Adorei!

:-) Beijinhos

gaivota disse...

fernandinha
e recordar é viver...
mesmo quando dói!
fico-me assim,
deixo um beijinho grande

Ju disse...

só pra reforçar que o tempo não volta e devemos aproveitar cada momento... encandora tua intimidade com as palavras e sentimentos!
beijos!

Maria Clarinda disse...

Deixaste-me sem palavras...porque entendo cada palavra tua.
Adorei.
Jinhos

rosa dourada/ondina azul disse...

Belo o teu poema de retrospectiva.
Ah loucura...:)


Beijinho,

Iana disse...

Nossa minha linda que lindooo!!!
Mil beijinhos fofos e carinhosos pra ti!!!

Palavras lindas e delicadas...
Hummm.. belas Lembranças.... adorei ler-te...

Iana....

Alice disse...

Lindo ! Magníficas palavras !
bjkassssss

Mário Margaride disse...

Belo poema! São estas belas lembranças...que nos fazem gostar da vida.

Beijinhos...

Mário

C Valente disse...

Obrigado amiga pelas palavras, pelo encorajamento que me transmitem
Uma boa noite, melhor que a de ontem, que foi horrível,
Saudações amigas com um beijo

SILÊNCIO CULPADO disse...

Fernanda
Ninguém como tu para falar de amor.
Nunca é tarde para sermos loucos. A loucura é a parte mais saudável do ser humano porque é a mais autêntica.
Beijinhos

Oliver Pickwick disse...

A garota de Açores em mais uma de suas fantasias aladas e, como sempre, um mar de romances e sentimentos.
Vida longa à boa gente de Açores!
Beijos!

poetaeusou . . . disse...

*
loucuras ? não,
afluxo de,
lembranças,
utopias,
esperanças,
de gestos e entregas,
tempo de dar e receber, e
memórias doces de doces memórias,
,
conchinhas
,
*

Rosa Maria disse...

Fernandinha

Passei para te deixar um abraço.

Beijinhos