sexta-feira, agosto 22, 2008

GIRASSÓIS!...

Regressava do mar e fiquei presa!
Encantamento tal, louca ventura!
Palavras para quê, se era princesa
coroada por tanta formosura ?

Girassóis agitavam a beleza
num fim de tarde, grito de procura...
Suas hastes continham a leveza
duma corola aberta e insegura!

Um momento de sonho e de verdade!
Eu era uma princesa sem idade
perdida, sem saber por onde vim!

E enquanto o sol se ia escondendo
com sombras que me iam envolvendo,
achei uma perdida igual a mim!...

Fernanda Costa

Lisboa, 22 de Agosto de 2008
Posted by Picasa

50 comentários:

Maria disse...

Caminhei contigo em silêncio
sem me veres, sem me sentires
pelas escarpas das rochas junto ao mar
Continuo ao teu lado a tempo inteiro
e se deres por mim dá um sinal
talvez possamos, juntas, ver o luar...

Um beijo grande, Fernanda

Cátia disse...

Fernandinha,
adorei o poema!
simplesmente maravilhoso!
bj

Eduardo Aleixo disse...

Vinha eu do mar e encontrei uma princesa perdida num campo de girassóis.
Era linda a princesa.
Cheguei junto dela e expliquei-lhe não haver razões para tanta tristeza.
Ela ouviu.
Percebeu.
À medida que ia sorrindo, mais a sua beleza sobressaía.
Mas foi quando viu os girassois cantando que a princesa dançou.
E ela, que regressava para casa, para casa não voltou. Correu para ver o mar.
Onde ficou à espera do luar.
Que nessa noite veio ao mundo para
nos falar do amor.
Foi o amor que pôs no rosto da princesa a sus real beleza.
Não acreditam?
Perguntem ao girassol.
Eduardo Aleixo

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Fernandinha:
Percebo certa influência de Florbela Espanca nesse seu belo poema, não? Quero que me responda. Fiz postagem nova também sobre James Dean e publiquei trabalhos de vários amigos da Blogosfera. Estou à sua espera.
Um beijo,
Renata
wwwrenatacordeiro.blogspot.com

Pelos caminhos da vida. disse...

Caminhei até aqui para agradecer suas visitas ao meu dois cantinhos,esses que preparo com muito carinho pra vcs amigos.
Adoro girassol,lindo poema.

Fim de semana com muita luz amiga.


beijooo.

Mello disse...

Olá Fernanda,

Lindo poema ... os girassóis que giram para o sol! Todos nós procuramos um lugar ao sol, todos somos girassóis humanos!

Beijinhos,

Graça Mello

Agulheta disse...

Que beleza caminhar junto do mar e encontar,um lindo girasol erguido ao alto com seu explendor,lindo adorei. Beijinho bfs da Lisa

Gui disse...

Porque será que ao ler este soneto me lembrei de Camões? Um beijo muito grande querida Fernanda.

poetaeusou . . . disse...

*
gira sol,
em torno do
fernandino girassol
,
jinos
,
*

Alice disse...

é incrível como tu sempre me surpreendes com tuas palavras !!


bjkas e um lindo final de semana

Wilson Rezende disse...

Passado para desejar um ótimo final de semana Fernandinha, um grande beijo.

mundo azul disse...

Seu poema e os girassóis, me fizeram um bem enorme!!!

Ambos, lindos e sorridentes!

Beijos de luz e um final de semana especial, querida Fernanda...

Jorge Cardoso disse...

poesia que inspirada na natureza reflecte estado da alma.

gostei muito beijo C/Carimbo ou C/Face Oculta

Divinius disse...

Muito bonito:)*

Oliver Pickwick disse...

A poesia é centrada nos girassóis. Contudo, jamais se esquece do mar.
"Regressava do mar e fiquei presa!"
Um beijo!

Falando de Amor disse...

Olá!!

Como vai, meu anjo?

Passando para agradecer sua doce presença e desejar um fds maravilhoso e inspirador para ti...
Bjos querida!

Alexandre disse...

Adoro girassóis - tinha uma promessa para ir fotografar um largo campo de girassóis mas não aproveitei na altura e não sei se eles ainda estão fotografáveis.

O teu poema, então, está fantástico!

Muitos beijinhos, Fernanda!

Pena disse...

Linda Amiga:
Girassóis de sonho como VOCÊ!
Encantado e deslumbrado.
Brilhante atitude poética.
Beijinhos Grandes.
Adorei!

pena

A sua Alma poética é gigantesca.

elvira carvalho disse...

Gostei do poema. Gosto de girassóis, e de poesia. Aqui encontrei as duas coisas.
Um abraço e bom Domingo.

Espaço do João disse...

Gostei do poema. Muito bem estruturado. Também adoro girassóis mas, só para decoração. Para o próximo ano farei uma sementeira mas em outro lugar, pois este ano fiz junto às roseiras e, ia ficando sem rosas. Bom fim de semana.

xistosa - (josé torres) disse...

Acabaram as águas cálidas.
Regressei.

Por que não há girassois em todas as janelas?

Regressei do mar e vejo as corolas abertas e inseguras ...
Girassois.
Serão os de Vincent van Gogh?
Estão pintados com os traços dele.

Um bom fim de semana.

João da Silva disse...

Que lindo soneto, Fernanda! E que blogs inspirados, os seus. Posso fazer um link?
Beijos carinhosos do João

Ana Maria disse...

Amo os girassóis!
Obrigada pela visita.
Beijinhos.

Rosa Maria disse...

Fernandinha

Após longa ausência, chego aqui e como sempre encontro um poema maravilhoso.

Adoro girassóis!!!

Beijos

gaivota disse...

minha querida, estou muito avó...com os meus netinho lindos...
praia, baloiços, brincar, sesta, refeições, refveições, refieções, têm sempre fome!!!
e os girassóis vão procurando a melhor exposição para que o sol os abençoe...
beijinhos e todo o carinho

Gerlane disse...

Que lindo, Fernandinha! E que bom quando encontramos alguém pra nos fazer companhia.

Beijos e boa semana!

paula barros disse...

Lindo poema!
Sozinha igual ao girássol
Tão linda ou mais
Com belos poemas
Lembrando os rais do sol
beijos e uma ótima semana

São disse...

Muito bom o poema e a foto: vamos melhor!
Boa semana, linda.

Ana Martins disse...

Fernandinha,
Palavras para quê?
Lindo, lindo, lindo...
Adorei, beijinhos

Jardineiro de Plantão disse...

Lindo poema, Obrigado pela visita ao meu jardim... eu voltarei.
Abraço

joão m. jacinto & poemas disse...

Belos Girassóis!

Saudades!

bj,

jj

LUZIMAR disse...

Bom dia querida amiga.

Boa semana.

Que PAZ encontro em seu cantinho... fico admirando como são bonitas as suas poesias.

Agora mesmo li ACORDAM, DENTRO DE MIM. Linda demais.

beijos

Alfazema Azul disse...

Voltei para falar das minhas gentes, da minha terra, das memórias vivas e reais que perduram na minha alma e no meu coração.

Beijinhos

Zé Carlos disse...

Beijo enorme Fernandinha tão querida...
Estou com saudades de ti....
ZC

Suave-Toque disse...

Por vezes acontecem imprevistos alheios a nossa vontade, foi o que houve. Precisei me afastar, e deixar de fazer o que mais gosto, escrever.
Estou de volta e completando um ano de palavras. Tenho lá, no meu cantinho um presente para você, o meu selo. Busque-o para guardar contigo em sinal do meu carinho e distribua-o aos seus mais queridos amigos. Meu link mudou. Venha me visitar.

www.suave-toque.blogspot.com

Um grande beijo de:

Suave Toque

Silvia Madureira disse...

Fernandinha:

Tive um momento de sonho ao ler este poema.

beijos

dulcineia disse...

adorei, adorei, adorei :-) muito bonito e cheio de vida e felicidade e loucura, mt bonito!

beijinhos

Lyra disse...

Um verdadeiro "momento de sonho" foi ler este belissimo poema. Prabéns.

Beijinhos e até breve.

;O)

Miriette Le Fay disse...

Lindo! és uma artista!

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Fernandinha, vc me disse que acha o soneto a forma mais difícil de se fazer em poesia. Pois eu achao a mais fácil, tanto em decassílabos, como em alexandrinos. Eu acho muito mais difícil fazer versos livres, em que é preciso atentar para o ritmo. Digo isso, porque fis pós-graduação em Tradução de Poesia e já fiz antologias poéticas traduzidas. Mas os poemas que vc faz, são belíssimos, ainda que difícieis e eu a admiro muito.
Querida, postei hj de novo, pois quando fiz aquela outra postagem passei por maus bocados. É longo, portanto, escolha algo para ler ou apreciar, pressione a tecla "Page down", que todos os computadores têm, e faça o seu comentário. Se quiser apreciar tudo, o post está lá, basta ir outro dia.
Um beijo,
Renata
wwwrenatacordeiro.blogspot.com

adrianeites disse...

ja se acabaram as férias.. ui ui.. tão curtas que elas são...

Muito bom este momento de poesia que partilhou connosco!

Claudinha disse...

Olá!
Uma bela poesia e descrição da tarde, da natureza!

Encantador o seu blog! Volte sempre!

Antunes Ferreira disse...

LISBOA - PORTUGALOlá!FernandinhaAdoro os Açores (até tenho uma akuñada nada akañada em São Miguel), mas pelo-me pelo Faial. Não sei porquê - apenas sei dizer que gosto e muiiiiiitoooooooo!!!!!De poemas não sou um grande admirador - sou mais da prosa. Mas, não se pode (com p...) ter tudo...Cheguei a este blogue através de outros que costumo visitar e neles postar comentários. Cheguei, vi e… gostei. Está bem feito, está comunicativo, está agradável, está bonito – e está bem escrito. Esta é uma deformação profissional de um jornalista e dizem que escritor a caminho dos 67…, mas que continua bem-disposto, alegre, piadista, gozão, e – vivo. Só uma anotaçãozinha: Durante 16 anos trabalhei no Diário de Notícias, o mais importante de Portugal, onde cheguei a Chefe da Redacção – sem motivo justificativo… pelo menos que eu desse com isso… E acabo de publicar – vejam lá para o que me deu a «provecta» idade… - o me(a)u primeiro livro de ficção «Morte na Picada», contos da guerra colonial em Angola (1966/68) em que, bem contra vontade, infelizmente participei como oficial miliciano.Muito prazer me darás se quiseres visitar o meu blogue e nele deixar comentários. E enviar-me colaboração. Basta um imeile / imilio (criações minhas e preciosas…) e já está. E se o quiseres divulgar a Amiga(o)s, ainda melhor. Tanto o blogue, como o imeile, tá? Muito obrigadowww.travessadoferreira.blogspot.comferreihenrique@gmail.comEstou a implementar e desenvolver o projecto que tenho para o meu www.travessadoferreira.blogspot.com e que é conferir ao meu/vosso/NOSSO blogue a característica de PONTO DE ENCONTRO entre os Países fraternalmente ligados – Portugal e Brasil. E outros PALOP e etc…Se me enviares o teu IMEILE, poderei enviar-te «coisas» que ache interessantes. Se, porém, não as quiseres, diz-me que eu paro logo. Sou muito bem-mandado (a minha mulher que o diga…) e muito obediente (cf. parênteses anterior).  Abrações e queijinhos, convenientemente repartidos e distribuídos – Desculpa por este comentário ser tão comprido e chato. Como a espada do D. Afonso Henriques…- Já conheces o me(a)u «Morte na Picada» que acima menciono? Há quem diga que é muito bom. E até que é o melhor que se escreveu em Portugal sobre o tema. Dizem… Obviamente que não sou eu a dizê-lo… Só faltava… E também há quem tenha escrito que  é SANGUE & SEXO… Malandrecos… Pelo sim, pelo não, compra-o.Depois de o leres, se, por singular acaso, tiveres gostado dele, terás de comprar muitíssimos mais exemplares. São excelentes prendas de aniversários, casamentos, divórcios, baptizados, e datas como Natais, Carnavais, Anos Novos, Páscoas, Pentecostes, vinte e cincos de Abris, cincos de Outubro, dezes de Junhos. Até para funerais. Oferecer o «Morte» na morte fica bem em qualquer velório que se preze. E, além disso, recomenda-o, publicita-o, propagandeia-o, impinge-o aos Amigos, conhecidos, desconhecidos & outros, SARL. Os euros estão tão raros e... caros... ++++++++++++A editora da obra é a Via Occidentalis (occidentalis@netcabo.pt) cujo site é www.via-occidentalis.blogs.sapo.pt. Neste blogue podem ser consultados mais dados sobre o livro, cujo preço de capa é € 14,70. ATENÇÃO: Pode ser comprado pela Internet.++++++++++++NOTA IMPORTANTE: Este texto de apreciação e informação é similar em todos os casos em que o utilizo. Digo isto, para quem não surjam dúvidas ou suspeitas sobre a repetição em diferentes blogues. E para que ninguém se sinta ludibriado – ou ofendido… Há feitios que… Mas, sublinho, apenas o uso quando o entendo, isto é, quando gosto mesmo dos que visito. Nos outros onde também vou, se não gosto, saio sem comentários. Há muitos mais. Aqui na terrinha diz-se que «se não gostas, põe na beirinha do prato…»

Maria Francisca Sousa da Silva disse...

Olá FernanDa
Ontem à noite vim da sua Ilha- faial!
Foi por acaso no blogue "Vidas Magoadas" da Picarota, que descobri este seu blogue.
Fiquei fascinada com a sua poesia! Adoro poemas e também escrevo.
Gostaria de trocar Emails consigo, caso assim o deseje. o meu email é: maria.chica@sapo.pt

Vou visitar os outros seus blogues.
O meu blogue é http://chicailheu.blogs.sapo.pt
e depois se clicar no meu perfil encontras os outros meus blogues.
beijinhos e um até breve.
Chicailheu

O Árabe disse...

Mui belo, Fernanda! Nada fica a dever aos girassóis... :) Boa semana.

C Valente disse...

Por razões de afazeres tenho estado um pouco ausente
Saudações amigas com amizade não esquecida

Sr do Vale disse...

Obrigada Fernanda, pelo girasol, pelo mar, pela visita.

abraços.

Ju disse...

é... mesmo quem se perde acaba encontrando. a beleza da vida, como girassóis!
beijo grande!

Anónimo disse...

Hey, I am checking this blog using the phone and this appears to be kind of odd. Thought you'd wish to know. This is a great write-up nevertheless, did not mess that up.

- David

Anónimo disse...

http://www.site.com - [url=http://www.site.com]site[/url] site
site