quarta-feira, julho 04, 2007

SONHO PLANTADO

Plantado em mim,
o sonho que vivi;
a caravela da saudade,
na maresia;
a lágrima saída de uma balada,
a lembrança da cabana abandunada;
aquela alegria,
que agora é nostalgia;
a terra prometida,
que espera por ti.

nada sou, nada tenho, nada posso,
sem esse amor, de amor nosso,
que o mundo quis cortar ceifando-me de ti!

Amo-te, amo-te, perfume de realidade;
Amo-te, amo-te, fantasia sonhada;
Eu, que na tua alma sou ouvida;
Eu, que na maravilha do teu ser sou amada;
Eu, que lanço sobre ti o amor da verdade!

Força, enigma, com uma forma qualquer,
jovem, madura ou envelhecida...
não importa, não interessa...
nesse amor sem idade, nem pressa,
no rio de mel, na ilha esquecida,
com o homem inventado por uma mulher.

Fernanda

1 comentário:

UMA PAGINA PARA DOIS disse...

Lindo... gostei então postei
Beijos