sábado, Fevereiro 14, 2009

AMOR... ADEUS... NÃO!


AMBAS AS FOTOS FORAM TIRADAS NA ILHA DO FAIAL-AÇORES-PORTUGAL



Dizer adeus, Amor, eu não aceito!
Nem na morte, jamais o quero ouvir!
Guardado para sempre no meu peito
És minha eternidade e meu porvir!

Qu' importa tudo o mais se és o eleito
De todo o meu sonhar e o meu sentir!
Aqui, ao pé do mar, eu sempre espreito
Confiante que em breve vais surgir!

Mas este mar revolto de desejo
Brindou-me ternamente com um beijo,
Mostrando que também tem coração!

De ti, novas não trouxe, é verdade!
Mas fez-me empolgar de mocidade
Para te repetir que, Amor... Adeus... Não!

Soneto & Fotos,

Fernanda Costa

Lisboa, 14 de Fevereiro de 2009
Posted by Picasa

71 comentários:

Ana disse...

Olá Fernandinha!

Senti muito amor neste maravilhoso poema, um amor que não acaba...Ele dá-te muita inspiração e o teu "Mar" também. nestas magníficas imagens|
Tem uma noite muito tranquila e repleta de belos sonhos.
Beijinhos doces,
Ana Paula

Maria disse...

É sempre melhor dizer "até já"...
ainda que seja apenas frente ao nar.

Um beijo, Fernanda

Espaço do João disse...

Fernandinha.
Grato pela lembrança e retribuo. Não preciso que me lembrem do dia de S. Valentim, pois para mim todos os dias são de S. Valentim e, já lá vão 42 anos. Felizmente encontrei a companheira da minha vida que poderá dizer se é verdade ou não. Gostaria que todos festejassem o S. Valentim todos os dias. Seria um mundo de sonho. Tenho sido compreendido nas boas e nas horas más. Um beijo de amizade João.

Paula Raposo disse...

Sempre inspirada, Fernandinha!! Muits beijos.

Isa disse...

Agora q.estou só,q.as manas e os pequenos sairam,venho junto de ti e dos outroa Amigos.Senti a falta.
Beijoo.
isa.

manuel marques disse...

Em amor, não há último adeus, senão aquele que se não diz ...

Beijos Fernanda.

MPereira disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Menina do Rio disse...

Lindo soneto, uma súplica!

Não digas Adeus nem na morte
Nem na morte, diga-em Adeus
pois não há mais triste sorte
Que viver sem os olhos teus

Nada mata mais que um Adeus e tu sabes descrever isso como ninguém, Nanda.

Eu venho te agradecer pelo prazer que me dás de caminhar contigo nestas estradas tão cheias de sentimentos!

tem um final de semana maravilhoso, querida

beijinhos

Je Vois la Vie en Vert disse...

Como disseste tão bem como o verdadeiro amor nunca acaba !

Beijinhos verdinhos

Jaqueline Sales disse...

Um amor perdido ou perdendo-se é tal e qual um mar revolto e cheio de perigos quando nos jogamos em suas águas turbulentas. E há salvação para quem quer esquecer um grande amor, senão jogar-se no mar revolto para refazer o coração e as emoções?

Gostei do que li. Há emoção e muita inspiração aqui.

Beijuivooooooooooooossssssss da Loba

Tatiana disse...

Quando amamos o adeus dói e muito!

Lindíssimas fotos Fernanda!

É sempre um grande prazer estar aqui!

Beijinhos

C Valente disse...

"Dizer adeus, Amor, eu não aceito!"
Belas palavras. Saudações amigas com um beijo carinhoso

Gleidston dias disse...

Lindissimo soneto, fernanda.

Um domingo abençoado pra voce.

bjcss

Opuntia disse...

Gostei muito do teu blog. Falas de amor, ilustrando-o com as belíssimas paisagens de Portugal.

Acalento o sonho de fazer a viagem inversa à de Cabral e ir conhecer esse lindo país, que mais parece um poema.

elvira carvalho disse...

Também não gosto de adeus. Nem ao amor, nem a amigos.
As fotos magníficas como sempre.
Um abraço e bom Domingo

Ana Martins disse...

Querida Fernandinha,
à raínha dos sonetos, sempre belos, repletos de amor e encanto, deixo um beijinho e a promessa de voltar.

Beijinhos,
Ana Martins

Maria Dias disse...

Que lindo poema apaixonado minha amiga!O amor nao tem idade...Chegue tarde ou chegue cedo o amor sempre vai nos deixar a ver as coisas mais belas as cores mais vivas e os olhos brilharão bem mais!Sim! Nao desista de amar!

Beijinhos


Maria

JOY disse...

Querida amiga,

Que continues a ser brindada com ternos beijos , tu mereces !
Bonito poema.
Desejo-te um bom fim de semana

Abraço forte
Joy

mariam disse...

Fernandinha,

adorei as imagens e o soneto é fantástico! parabéns.

um sorriso :)
mariam

Pelos caminhos da vida. disse...

Lindo soneto de amor,nunca dizer adeus e sim até mais.

Um gde abraço amiga e um otimo domingo.

beijooo.

Vilminha disse...

OI fernanda, gostei, amei muito , afinal nunca se deve ouvir adeus de um grande amor não é mesmo. As fotografias como sempre muito linda esta ilha é maravilhosa, dá vontade de sair atravessando o mar e ir aí ver estas maravilhas de perto. Beijos e um ótimo domingo.

JOSÉ ROBERTO BALESTRA disse...

São dessas tã doces lindezas que você constrói com intensos brilhos, e que entram nos adentros da gente, clareando-nos a alma, Nanda, que não nos é possível ficar sem vir aqui, beber desse mel... o seu mel. Obrigado, minha Poeta-Mor da Faial! beijos reverenciais...

Sonia Schmorantz disse...

Mais um dos teus lindos poemas, haja sempre esta maravilhosa inspiração.
beijos e bom domingo

gaivota disse...

nunca se diz adeus...
sentimos o adeus, mas é "ao de leve" e esperamos sempre que regresse, volte rápido...
imagens de mar, minha querida envoltas no teu poema...
lindoooooooooooooo
beijinhos

J. Monteiro disse...

Ao amor nunca se diz não!
Quando entranhado no peito,
Lá bem fundo no coração...
Esse amor é o eleito!

Fernandinha bom domingo com muita inspiração.
Beijos

Marta disse...

Adeus é uma palavra forte demais...
Porque nunca se diz adeus verdadeiramente...Dilui-se no tempo; o amor está sempre presente..
Poema lindo..
Obrigada pela visita
Beijos e abraços
Marta

Luiz Caio disse...

Oi Fernanda! Como vai?

Dizer adeus a um amor, quando ele ainda não morreu. Nem do outro lado, e nem do seu é mesmo inaceitável... É preciso lutar!

UM LINDO SONETO!... COMO TODOS OS OUTROS!

TENHA UM ÓTIMO DOMINGO
BEIJOS.

Valter Montani disse...

Olá Fernanda,

Obrigado por sempre presentear os seus visitantes com imagens e textos maravilhosos e apaixonados.

Esse texto em particular me fez lembrar do Fado "Barco Negro" cantado pela Amália Rodrigues eu o tenho em minha atual programação de canções no meu Blog. Parabéns, boa semana e sucesso sempre!

João JR disse...

Nunca digas nunca...nunca digas adeus...! O amor vence sempre e é a melhor coisa do mundo:)
Olá Fernanda, obrigada pela tua visita. Volta sempre!
Beijinho grande e bom domingo!

Agulheta disse...

Fernanda! Para o amor dizer adeus nunca,fica sempre a réstea e o sonho,que guardamos em alguma coisa,muito nossa.
Gostei do soneto e desta forma de amor?
Beijinho

Codinome Beija-Flor disse...

Primeiro é necessário respeitar fundo quando se lê "eese mar de palavras".
Ler seu poema é exatamente como se estivesse olhando o mar e vendo dele cada verso brotar.
E acreditar que para o amro"adeus não".
Lindo demais tudo aqui.
beijos

xistosa - (josé torres) disse...

Também não gosto de dizer adeus.
Talvez no limite, "até já".
Mesmo que o mar esteja revolto e um beijo nos possa perturbar e não nos deixar ver o mar revolto.
Mas que importa ... um beijo que parte do coração e nos empolga ...

Adriana disse...

que belo poema!

Liar disse...

Lindo poema Fernandinha!

O Adeus quando se ama doi bastante!

Mas tudo que doi podemos transformar em bela poesia!

Adorei este poema.

Bjinho

Céci

Teresa Augusto Shanor disse...

Belo Poema, Fernandinha!

Quando o amor é verdadeiro, sempre há volta. Não morre, apenas toma um tempo para si.

Beijinhos carinhosos.

UMA PAGINA PARA DOIS disse...

Ah! Tempo!
Nunca quis voltar em ti.
Apenas espero que me devolvas
os sentimentos que vivi.
Não deixes que meu sorriso
se perca pelo cansaço
e que minha voz
se cale por um fracasso.
Não deixes que meus caminhos
se desviem da meta
nem que os percalços
sejam maiores que minha força
para que eu siga esta reta.

Passei neste lindo espaço para te desejar uma linda semana
Abraços

Anita disse...

“A amizade é um sentimento espontâneo. Nasce da harmonia de pensamentos e dos muitos momentos compartilhados.
A amizade é doce, firme e leal.
Ela se fortalece com o tempo e se torna duradoura!"

Um dia abençoado.
Beijinhos.
Fica bem. Fica com Deus.
Anita (amor fraternal)

Um Poema disse...

....

Continua a ser bem aproveitado o escasso tempo, que me resta, para visitar-te.

Um abraço

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Como sempre, Fernandinha, o seu soneto é lindo. Não consegui visualizar as fotos, a Net esteve ruim ontem e continua hj.
Quero convidá-la a apreciar o meu post no Galeria e depois do Galeria, dê uma passadinha no Sessão da Tarde:
http://sessao-tarde.blogspot.com
E, por favor, Fernandinha, vc sabe administrar o seu tempo sim, pois temos uma amiga em comum e eu vejo vc comentar os posts dela todo dia, e vc vai até o Blog de uma mulher que não gosta de mim só para desejar-lhe boa noite. Estou à sua espera.
Beijos, Renata

O Árabe disse...

Adeus... na maioria das vezes, encerra apenas um "até logo". Belo poema, boa semana!

José Miguel Gomes disse...

Os Açores estão para mim, como o poema para o poeta...

LOURO disse...

Querida Amiga Fernandinha!

Magnifico conjunto fotos e um poema
de Amor e do teu Mar que tanta inspiração te dá...Sublime!!!

Boa semana,

Beijinhos de ternura e amizade

Lourenço

Bob disse...

Ola, somos do blog Poemas e Poesias, gostaria de fechar parceria entre nossos sites,você colocaria nosso link na sua pagina e nós fariamos o mesmo, visando uma maior interação entre nossos leitores e autores.

http://poemasepoesias-blog.blogspot.com/

Aguardo resposta,desde ja agradeço, um bom inicio de semana.Abraços.

contatoblogagora@gmail.com

Bob

Milouska disse...

Que soneto inspirado, Fernandinha!
Nunca se deve dizer adeus. É uma palavra demasiado definitiva.
Um grande beijinho,

Milouska

Lia disse...

Olá Fernandinha,
saio de alma cheia...muito lindo!
Passei para deixar um grande beijinho e desejar boa semana.

SILÊNCIO CULPADO disse...

Fogo, Fernandinha, quanta paixão, quanta força e quanta devoção. Sentia-me a ouvir Florbela Espanca mas nem mesmo ela escreveria melhor.

Lindo.


abraço

Pelos caminhos da vida. disse...

Não poderia deixar de passar por aqui e desejar uma excelente semana pra vc amiga.

beijooo.

Pelos caminhos da vida. disse...

Não poderia deixar de passar por aqui e desejar uma excelente semana pra vc amiga.

beijooo.

Mariazita disse...

Porque me vou ausentar, a partir de hoje à noite e até meados da próxima semana, não poderei, neste período, fazer, como tanto gosto, as habituais visitas e comentários.

No entanto deixarei programado (assim espero!) um post para ser publicado na quinta-feira (Anita) e outro para domingo, que, se quiseres, podes ir ver.

HOJE, AINDA, TENCIONO PUBLICAR NO LÍRIOS.

Até ao meu regresso.

Bom Carnaval.

Beijinhos
Mariazita

José Rasquinho disse...

Um lindo soneto, de quem nunca pode esconder a sua ligação com o mar.
Bjinho e boa semana.

Gleidston dias disse...

Passando para ti desejar uma otima semana Fernanda.

bjcsss

MARTHA THORMAN VON MADERS disse...

Querida Fernanda, o que dizer ?
Fiquei muda diante deste poema, é tudo o que sinto , é tudo o que vivo.
beijos

PreDatado disse...

Tão bonitos o seu soneto e as suas fotos.

manzas disse...

Sempre com bela poesia!
Entrar aqui, na tamanha beleza
Numa pagina que fermenta harmonia…
É sonhar acordado e voar na leveza
De poetizar tudo… porque tudo é poesia

Uma semana de paz e alegria…

O eterno abraço…

-MANZAS-

Olhos de mel disse...

Lindo, minha doce amiga! Não aceite um adeus, enquanto o amor existir. Sempre deve deixar a porta entreaberta, para quem sabe? Um novo tempo, uma nova tentativa, uma nova emoção!... Boa semana, bom carnaval! Beijos

Daniel Costa disse...

Fernanda

Um poema, muito bonito, naturalmente, saído de bastante motivação.
Beijinhos
Daniel

Espaço do João disse...

Querida Nandinha.
Que será que tem coragem de dizer não ao AMOR?
Quem poderá dizer adeus ?
Amor e adeus é para sempre. Antes o até amanhã .

Mário Margaride disse...

Olá fernandinha!

Belíssimas fotos! E belíssimo poema!

Tenho um desafio para ti no meu universo. Dá lá uma saltada, ok?

Beijinhos e uma noite tranquila.

Mário

Anita disse...

Mesmo que não haja um passarinho a cantar na tua janela, que haja sempre uma melodia a tocar no teu coração.

Um dia carregado de êxitos para ti amiga linda.
Beijinhos.
Fica bem. fica com Deus.
Anita (amor fraternal)

adrianeites disse...

boa semana!

Eduardo Aleixo disse...

Que lindo e....inteligente, é este mar...que te beija.
Ora, estamos de acordo que ...vale a pena viver para que o mar nos beije...
Não achas, Fernandinha, que tenho razão às vezes?
Eduardo

mundo azul disse...

______________________________

Um apelo em belíssimo soneto!

Adeus, realmente é uma palavra forte demais...

Essas fotos estão deslumbrantes!

Beijos nesse coração especial...

_________________________________

•.¸¸.ஐBruneLLa França disse...

Q saudade dos teus sonetos mágicos, amiga!
beijos e borboleteios

Goldfinger disse...

Fernandinha

Passo para matar saudades, que o tempo tem fugido. Hoje vim por aqui deixar-te um grande abraço.


GOLDFINGER

Menina do Rio disse...

Querida, obrigada pelo carinho. Que teu dia seja de muito amor e muita luz!

Beijinhos

BC disse...

Olá Fernandinha,
lindo esse mar Açoreano e esse poema apaixonado, vê-se que é uma mulher apaixonada, no meio de uma ilha cheia de flores e de mar.
Beijo
Isabel

BC disse...

Olá Fernandinha,
lindo esse mar Açoreano e esse poema apaixonado, vê-se que é uma mulher apaixonada, no meio de uma ilha cheia de flores e de mar.
Beijo
Isabel

Multiolhares disse...

Adeus, jamais
beijos

Fragmentos.Betty Martins disse...

._____querida Fernandinha




os teu poemas




______são de um



amor_____tão puro!





adoro ler-te:=)





____________///








beijO______ternO

Humana disse...

Querida Fernandinha,inundaste-me o coração de amor com tão lindo poema e as maravilhosas imagens do mar que procuro sempre nos bons e maus momentos.Acho até que não viveria longe dele.Transmite-me uma paz imensa.
Um beijo enorme e cheio de carinho

thaina moura disse...

muito bom!