quarta-feira, fevereiro 25, 2009

AMA-ME... DEVAGARINHO!...


FOTOS TIRADAS NA ILHA DE S.MIGUEL.


Olhaste-me sereno e recolhido
Como esbatida luz crepuscular!...
Lá longe, muito longe, escondido,
Dos teus olhos brotava o azul do mar!...

Por toda uma carícia envolvida
Era bem promissor o teu olhar!...
Confesso que já tinha esquecido
Esse teu terno jeito de amar!

Então nasceu em mim uma miragem:
Esconder, em silêncio a tua imagem
Como força, eficaz, para viver!

Volta de novo a olhar-me com carinho!
Devagar, devagar, devagarinho!
Ama-me ... Ama-me a valer!...

Soneto & Fotos,

Fernanda Costa

Lisboa, 25 de Fevereiro de 2009
Posted by Picasa

73 comentários:

manzas disse...

Amar devagarinho ou seja como for...
O que interessa é amar, sentindo o cheiro a flor!

Lindo poema amiga!

Derramo pelas mãos escritas em palavras
Sentimentos de pensamentos desfiados…
Dispo a alma em poesias desvendadas
Expondo-as sem temer trilhos apagados

Passei para agradecer a visita e comentário…

Um resto de uma boa semana…
O eterno abraço…

-MANZAS-

elvira carvalho disse...

O amor, o verdadeiro, nunca é apressado. Tem todo o tempo do mundo, já que vem desde os primordios do mundo e sempre existirá.
Um abraço

Zé Povinho disse...

O amor tem velocidades variáveis e o que nós queremos mesmo é que dure, dure...
As fotografias continuam a ser uma beleza.
Abraço do Zé

entremares disse...

Sensibilidade... e bom gosto.
Faz sempre falta...

SILÊNCIO CULPADO disse...

Fernanda

Nada como o amor para inspirar um belo poema.


Lindo.


Abraço

Ana disse...

Querida amiga Fernandinha!
Ler a tua maravilhosa poesia plena de amor e olhar estas magníficas imagens, fazem-me sonhar, um sonho que não gostaria que acabasse.
Vou pensar no que escreveste, acho que vou dormir melhor, e quem sabe ter lindos sonhos!:-)
Um beijinho muito grande,
Ana Paula

Maria Carmo disse...

Cara Fernandinha,

Muito obrigada por ter vindo visitar o meu blogue! Um abraço e até breve,

Maria Carmo

M@ disse...

Olá amiga Fernanda, obrigado pela Nossa Senhora depois coloco lá no Cantinho da Orações.
Obrigado por ser minha amiga já de algum tempo, eu também gosto de si.
Muito.
Beijo
Manuela

Sonia Schmorantz disse...

Que lindo poema! Que inspiração maravilhosa...
beijos

neli araujo disse...

Olá Fernanda!

Muito lindo teu soneto! Ah se as pessoas aprendessem a amar devagarinho...

As fotos também estão divinas! Meus parabéns!

beijinhos,
neli

Marlene Maravilha disse...

Ame, simplesmente ame!
Lindo, como sempre!
beijos e um dia cheio de graca!

gaivota disse...

do poema nem há mais nada a dizer, disseste tudo... agora das fotos, deixa-me continuar fascinada com as hortênsias que ladeiam essas estradas por toda a ilha, nascem ao acaso de todas as cores...
lindooooooooooo
beijinhos

Alice disse...

Menina, que lindo !! e que fotos hein !!

bjus pra vc

Milouska disse...

Amiga Fernandinha!

Mais um belo soneto e fotos igualmente belas!
O amor quer-se devagarinho...
Um grande beijo,

Milouska

O QUATORZE disse...

Olá. Bom dia
Excelente.

O passado é para recordar
O presente é para viver
O futuro é para aguardar
E a vida é para viver.

Amizade
LUIS 14

M@ disse...

Ficou bonito mas não ficaram os brilhos, pena.
Ainda bem que gostou estava com um pouco de receio que não gostasse.
Quando quiser alguma coisa diga-me.
Beijinhos
Manuela

LOURO disse...

Querida Fernandinha!


Belas fotos!!! O soneto nem se fala

Volta de novo a olhar-me com carinho!
Devagar,devagar,devagarinho!
Ama-me...Ama-me a valer!...

Lindo!!!

Bom fim de semana,

Beijinhos de carinho,

Lourenço

•.¸¸.ஐBruneLLa França disse...

Devagarinho, um pouquinho por dia, sem pressa ou feito tempestade... O amor vai escolhendo e ditando o ritmo de cada dia!
lindo soneto e me apaixono cada vez mais por tuas fotos!
Beijos e borboleteios

Maria Dias disse...

Oi Fernandinha...

Quando entro aqui percebo sempre teu mundo interno tao cheio de amor...

E é sempre muito bom mergulhar neste mundo.

Beijinhos

Anónimo disse...

QUERIDA FERNANDINHA, LER OS TEUS SONETOS, É SEMPRE UMA FONTE DE BEM ESTAR... AS FOTOS ESTÃO BELÍSSIMAS... UM BEIJO DE CARINHO,
RENATO MANUEL.

Nilson Barcelli disse...

Devagarinho sabe tudo muito melhor...
Belíssimo soneto de amor. Gostei imenso cara amiga.
Beijo.

Tatiana disse...

Nossa... que lindo Fernanda!
Falar de amor assim é uma dádiva!
Amar, sentir o amor, fazer amor...é sempre belo!

Beijos com meu carinho e admiração

Agulheta disse...

Fernanda! Amar sempre e mesmo que seja devagar,ele deve ser a razão da vida e dos sentimentos.
Beijinho de carinho e amizade Lisa

mundo azul disse...

__________________________________



Fernanda, Fernanda...Que lindo!

Palavras de ternura e emoção se derramando e construindo seus belos versos...


Beijos de luz e o meu sincero carinho!!!

__________________________________

manuel marques disse...

Amar é metade de crer ...

Beijinhos com muita ternura.

MPereira disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Sandra Daniela disse...

... e o amor inspira assim... E nascem sonetos lindissimos!

Continuo a adorar as fotos!!!

:-)

Izinha disse...

Lindoooo e combinação perfeita...vc sabe nos encantar com belos poemas.

bjos!

poetaeusou . . . disse...

*
fernandinha
,
devagar de devagarinho,
eu fui há ribeira grande,
,
conchinhas para o poema,
um jino de amizade para ti . . .
,
*

Mariazita disse...

Cheguei há cerca de meia hora e já estou ao leme…

Venho, em nome da Líria, agradecer a visita ao Lírios.
Ela voltou à sua actividade normal de estudante,
que a obriga a manter-se afastada.
Na sua ausência, tentarei manter o barco em andamento.

Espero poder continuar a contar com a tua visita.
Até sempre.

Beijinhos
Mariazita

Goldfinger disse...

Fernandinha

O importante é amar! Devagarinho ou depressa, o importante é dar e receber esse amor.

Esta foto mata-nos...

Um grande abraço

GOLDFINGER

Ana Martins disse...

Fernandinha,
Bonito soneto, "AMA-ME...DEVAGARINHO!..." mas com muita intensidade, que é o que realmente desejamos.

Beijinhos,
Ana Martins

Gleidston dias disse...

É amor no seu melhor, lindo Fernanda.

Uma otima 6f pra voce.

bjcsss

Anita disse...

Ame a vida porque nascemos para amar.
E se alguém te perguntar o fizeste da vida, diz apenas AMEI !!!


Um maravilhoso e amoroso fim de semana.
Beijinhos.
Fica bem. Fica com Deus.
Anita 8amor fraternal)

O Profeta disse...

Mais um brilhante poema, maravilhosamente ilustrado...


Doce beijo

Baby disse...

Amar é preciso, devagar, devagarinho, para nunca chegar ao fim...

Um abraço.

Carlos Barros disse...

Sente-se a delicadeza de como foi escrito.
Belo Soneto!

Um beijo com muito carinho e amizade!

€ster disse...

Querida amiga,

deixei esclarecimentos sobre a Blogagem Coletiva de 09/03 em seu email,

bjs,

sagitario disse...

olá fernandinha,
se o amor for vivido num corre, corre, não se aproveita nada e tal como quando comemos um chocolate o devemos saborear devagarinho, no amor terá de ser assim, mas infelizmente não posso comer chocotates nem tenho um amor, só me resta a amizade dos amigos e também tem de ser vivida muito devagar para não estragar.
um bom fim de semana

Príncipe Tito disse...

Um abraço do seu blogamigo...

Um Poema disse...

....

Fernandinha,

O romantismo do teu soneto é bem a expressão do sentimento.
Das fotos de S. Miguel não necessitas sequer que te diga que são belíssimas.
Só para ver este espectáculo vale a pena estar nos Açores em Junho/Julho.

Um abraço

Eurico disse...

Belíssimo soneto. Parabéns, amiga.
Abraço fraterno.

MARTHA THORMAN VON MADERS disse...

Poesia linda,meu coração agradeçe.
beijos
desejo a você um bom final de semana.
beijos

manzas disse...

Ah! Se eu soubesse
Que cava vez que aqui venho
Encontraria sempre
Tamanha beleza…
Certamente voltaria
E é certo que fico crente
Neste blogue
Que tenho
Admiração e certeza
De nunca ficar ausente!

Um bom fim-de-semana
Com paz, saúde e muito amor…

Fico grato pela visita
E comentário…

O eterno abraço…

-MANZAS-

Saara Senna disse...

Olá Fernanda!

Adoro essa expressão...
Ama-me devagarinho, esse é o amor verdadeiro!

Lindo!

Beijo grande e ótimo final de semana :)

€ster disse...

Não sei se vc recebeu o email, em caso de dúvida, aqui vai:


A blogagem coletiva gira em torno de um tema central que é "Inclusão Social", dentro desse tema há muito o que ser falado sobre as minorias marginalizadas, sejam elas moradores de rua, favelados, deficientes físicos, vítimas de racismo, vítimas de violências domésticas, viciados, etc... Você poderá postar um texto de sua autoria dando sua opinião, ou colocar texto de outros autores, escrever uma poesia, colocar vídeos, enfim, vc escolhe a maneira como vai postar.

Todos os participantes irão postar no mesmo dia, que é dia 09/03. Se houver algum problema de postar nesse dia, postar antes e deixar para que os outros participantes possam ver sua postagem e comentarem. Todos irão visitar uns aos outros. A idéia é essa conhecermos novos pensares e novas pessoas.

Todos postarão em seus respectivos blogues. E se possível, colocar o selo da blogagem coletiva no lado direito de seu blog para ajudar na divulgação.


Coloquei uns sites em meu blog que ajudarão na pesquisa,


Abs,

Pena disse...

Preciosa Amiga:
Um post sensacional numa poesia fantástica saída da sua pura sensibilidade doce.
Escrita com mãos de ouro. As suas!
Excelente, adorei!

Beijinhios

pena

Nuno de Sousa disse...

Sempre bom gosto por aqui, belas as imagens e um poema cheia de beleza amiga.
Tem um bom fds,
Bjs grandes
Nuno

Philip Rangel disse...

Para que correr nee....amar sem pressa...com vontade.......soa ssim os resultados fluem...linda as fotos....


bjos

manzas disse...

Passando para desejar
Um bom fim-de-semana
Com paz, saúde e muito amor…
Fico grato pela visita
E comentário, que fez
no meu blogue...

O eterno abraço…

-MANZAS-

BC disse...

Lindo poema de amor, e umas flores brancas maravilhosas aí da ilha de S.Miguel.
MARAVILHOSO!!!!!
Beijo
Isabel

Marta disse...

Amar devagar, amor sereno...
Lindo...
Obrigada pela partilha e pela visita...
Beijos e abraços
Marta

adrianeites disse...

bom fim de semana!

Mário Margaride disse...

Belo este poema, fernandinha!

Sentimentos que emergem á flor da pele, à flor do coração...

Beijinhos e bom fim de semana!

Mário

Mari disse...

Como é lindo o amor,e mesmo que este amor não seja correspondido, ainda sim, sagrado sentimento de quem o sente.
Beijos com muita amizade.

Conceição Duarte disse...

Querida te encontrei navegando entre amigos e vim aqui. Li seu poema que diz "e volto a me olhar devagarinho".... E isto é muito importante, lindo!

Um beijo grande, e te convido a conhecer meu blog e ver as duas últimas postagens que foram inspiradas em algo que aconteceu aí em Portugal com a foto de Coubert...
Veja lá...
Esta semana que veio o assunto a baila a baila por ser proíbido o livro por crianças verem aquela indescência de mulher nua que deu origem ao mundo!

Veja lá bjus CON

UMA PAGINA PARA DOIS disse...

Procurei em livros e livros,
Um poema,
Um parágrafo,
Uma frase,
Que me resguardasse da mágoa, Como janela de vidro protegendo o rosto da chuva.
Mas nada do que leio chega para contar o que sinto.

( N.G.J. )

Bom domingo para você e toda sua família
Abraços

Passa la no blogger tem uma novidade

Pena disse...

Linda Amiga:
Um poema deslumbrante saído da sua interioridade muito rica. Preciosa. Um sentimento que partilha connosco com a sua inconfundível forma bela de estar.
Os Açores sempre me deliciaram... "Afunda-se" na ternura, pureza e beleza do seu extraordinário existir.
Lindo, como sempre!
Possui uma delicadeza e sensibilidade da pessoa de ouro no que é e significa...?
Uma soberba pessoa sensível e encantadora que é.
Beijinhos
Tudo de fantástico na pessoa doce e
fantástica do seu sentimento tão agradável e repleto de encanto...
Mais um "presente" que é um tesouro: os seus versos sentidos.
Com fascínio pela sua poderosa escrita inigualável...

pena

OBRIGADO pela simpatia linda no meu blog. Adorei.
Bem-Haja, doce amiga!

Conceição Duarte disse...

Querida, que lindo, e ja estamos ligadas, seguindo tudo uma da outra, aqui, tenho certeza que valerá muito para mim!

"Por toda uma carícia envolvida
Era bem promissor o teu olhar!...
Confesso que já tinha esquecido
Esse teu terno jeito de amar!"

Nunca devemos nos esquecer...

Bjus CON

De vez em qdo venho aqui!! disse...

FERNANDA,COMO SEMPRE NOS CONTAGIA COM SUAS LETRAS E POESIAS!!
PARA TAO BELO AMOR O TEMPO NA TERRA É TAO CURTO...
BJ E ÓTIMA SEMANA!!
ELANE

AC Rangel disse...

Fernanda, não adianta esconder a imagem do nosso grande amor. Ele sempre surgirá, triunfante, à nossa frente, adiante...
Linda poesia. Como todas as tuas.

Beijo

Pelos caminhos da vida. disse...

Já cheguei amiga e com muitas saudades desse mundo fascinante que é a blogsfera no qual ganhei muitos amigos.
Agora estou indo de blog em blog agradecer as visitas enqto estive ausente,obrigada amiga por sempre estar presente.
Aqui cada vez mais lindo,poesias belas e atrás dessa beleza toda está vc uma gde amiga.

Um gde abraço Fernanda e um final de domingo gostoso.

beijooo.

C Valente disse...

amar com conta e medida sempre
Saudações amigas com um beijo de carinho

C Valente disse...

amar com conta e medida sempre
Saudações amigas com um beijo de carinho

Anne M. Moor disse...

Passei por aqui para retribuir sua visita simpática. Gostei do poema... Amor e amar é vida!

Volto...

Abraços

Valter Montani disse...

Olá querida,

Meu blog está oferecendo um selo em comemoração à Semana Internacional da Mulher.

pegue o seu lá, bjs
http://valterpoeta.blogspot.com/2009/03/selo-mulher-2009-semana-internacional.htm

BANDEIRAS disse...

Lindo soneto...
Ama-me devagarinho...lindo isso.

Saudades de ti por essas bandas de cá

Bjs

Isa disse...

Boa noite!
Vim deixar-te,c/carinho e Amizade,
um
Beijo.
isa.

Pelos caminhos da vida. disse...

Selo "Mulher 2009" esperando por vc la.

beijooo

tossan disse...

QUERIDA FERNANDA, LINDO SONETO, COM FOTOS SOBERBAS A TUA POSTAGEM ESTÁ COMPLETA... BEIJO

Anita disse...

Quando a nossa vida está inteiramente nas mãos de Deus, existe dentro de nós a convicção de que :
não há mar vermelho que não se abra;
Não há montanha que a fé não remova;
E não há gigante Golias que a pedra não derrube.

Que Deus te abençoe!!!

Estou ansiosa que as minhas hortenses comecem a ficar grandes como as que nos mostras aqui nas belas fotos.

Beijos.
Fica bem. Fica com Deus.
Anita (amor fraternal)

Chinha disse...

Que lindo é amar devagarinho....

Uma doçura

Boa semana

bjinho

Francisco Vieira disse...

Muito bonito este soneto e o blog muito interessante.
Vou passar mais vezes, se me for permitido :-)

Francisco