terça-feira, março 25, 2008

PINTURA-O SABOR DA VIDA

O dia escurece como se anoitecesse,
a chuva mergulha no mar bravo e frio,
nem tudo é cinzento, nem tudo esmorece,
mas tudo é verdade, mesmo este vazio.

O amanhã será mais envolvente,
trará ao cinzento-escuro desta tela,
outra cor por si só mais abrangente,
que abrirá naturalmente a triste cela.

Com nova cor as pinceladas vão surgindo,
dando só por si um brilho de esperança
à tela, onde a pintura vai sobressaindo
do cinzento base, que perde sua pujança.

Dependurada a tela na triste parede,
para que outros cinzentos a possam admirar,
estranha o que em silêncio o cinzento pede
temendo que a nova cor o possa apagar.

Abre-se a porta da cela escurecida,
deixando nela entrar o formoso brilho,
a tela resplandece uma outra vida,
que em si encobria como um jovem filho.

A parede pálida desperta ao notar,
uma vida surgir na tela pendente,
pede ao cavalete para a sustentar,
para a sua tela encarar de frente...

Ao ver na pintura o sabor da vida,
ao ler nos traços o sentir da morte,
apagou os traços, dando-lhe em seguida,
um painel de cores mais vivo, mais forte...

Fernanda

51 comentários:

Estrela do Sul disse...

Lindo poema, mas muito triste, amiguinha. Adorei. Mesmo assim a tristeza pode ser bela. epende de quem a escreve.

Uma linda semana

Bjinho amigo

Mario Rodrigues

Maria disse...

Apaga sempre os traços, e pinta a tela sempre de cores vivas.....

Beijinhos, Fernanda

gaivota disse...

fernandinha, as cores da vida nem sempre são alegres... como o teu poema! como o tempo que dizem ser primavera...aonde está ela???
espero que encontres tintas muito fortes, muito vivas, cores e cores coloridas
beijinhos

Sérgio Figueiredo disse...

fernandinha,

Um Poema nunca é feio, por isso só te posso dizer que gostei.
Como em tudo na vida, há dias bons e dias maus e o teu poema expressa isso mesmo. Palavras carregadas de significado, dando o final prazeroso.

Parabéns
Bjs

Angel of Light disse...

Lindas, estas tuas palavras pintadas na tela da vida.

Adorei a tua visita ao meu reino e terei sempre todo o prazer oferecer-te um pouco da minha luz.

Beijinhos cheios de Amor, Paz e Luz!

O Árabe disse...

Talvez a vida, em si, seja uma pintura, Fernanda... que o destino se diverte em colorir todos os dias. :)

Kalinka disse...

Sem pressas...mas com saudades.
De me perder aqui...na tua poesia! Parabéns!!!

No 3º aniversário do «kalinka» relembrei as pessoas que deixaram de ser virtuais e fui ao encontro delas para as conhecer, na realidade.
Assim nasceram novas Amizades, com as quais me sinto feliz.

Mas…como a vida segue o seu rumo, mesmo contrariando alguns de má fé que se atravessam no «meu caminho», convido-te.

Vamos?

Ana Ramon disse...

Belo poema, Fernanda. É sempre muito agradável parar um pouco neste teu cantinho e mergulhar lentamente nas tuas imagens.
Beijinho

impulsos disse...

E assim pegaste
Na tua paleta de cores
É certo
Que usaste mais as escuras
...do que as outras
Mas pintaste um quadro
De essência triste
Também é certo
Mas de uma beleza
Quase irresistível

Beijo

xistosa disse...

Como se evita a morte com cores fortes ...
Nem posso dizer genial ...
Digo que é o normal de quem tão bem trata os leitores ...
Obrigada!!!

Serenidade disse...

E ao sabor da vida vamos pintado telas, umas vezes coloridas, outras escurecidas. Poema magnifico, tal como já nos habituou.

Serenos sorrisos

poetaeusou . . . disse...

*
fernandinha
,
que tela maravilhosa,
matise, picasso,degas, miró ???
,
conchinhas
,
*

C Valente disse...

Como sempre lindo
Saudações amigas com um beijo

C Valente disse...

Saudações amigas com um beijo

Suave Toque disse...

Palavras um pouco triste, porém também verdadeiras.
A ausência no faz sentir saudades.
Saudades de um amor,
Saudades dos amigos,
Saudades de estar no mundo das palavras que amo,
Saudades de estar aqui com você divindo este mundo maravilhoso.
Vim agradecer a visita em Heroi e convidar-te a voltar sempre.

Beijos de carinho

Elcia Belluci

SILÊNCIO CULPADO disse...

Fernanda
Tu és, sem sombra de dúvidas, uma grande poetisa. E não digo isto para te bajular digo porque és mesmo. Há muito quem escreva versos mas muito poucos fazem realmente poesia. A poesia tem que ter mensagens fortes, beleza e harmonia de palavras, ritmo e envolvência. Tu tens tudo isso e mais outra coisa que eu gosto ainda na tua poesia: é que toda ela fecha com uma chave de grande impacto.

Ao ver na pintura o sabor da vida,
ao ler nos traços o sentir da morte,
apagou os traços, dando-lhe em seguida,
um painel de cores mais vivo, mais forte...

É excelente.

Para tudo isto é preciso maturidade e uma sensibilidade imensa.

Um beijinho

Agulheta disse...

Fernanda.
Pois embora trite o poema é belo,quem escreve sente como tal,gostei.
Beijinho Lisa

O Guardião disse...

Que saibas sempre encontrar a paleta de cores que transforme o que se apresenta de cinzento num tela alegre e cheia de cor e de vida.
Cumps

Falando de Amor disse...

Olá, passando pra te deixar um beijo e desejar um ótimo dia...bjos poetisa!

Angel of Light disse...

Passei só para deixar beijinhos cheios de Amor, Paz e Luz!

Rosa Maria disse...

Fernandinha

Já tinha saudades de te ler.
A vida é como uma tela de cores imensas que nós vamos colorindo ao sabor do que o nosso coração nos dita.

Beijinhos

Carol disse...

Que as telas das nossas vidas sejam sempre pintadas de cores fortes!
Beijinhos.

lua prateada disse...

Querida não sei mais comentar em ti...Só posso dizer que és uma pessoa linda e tenho certeza em todos os sentidos.
Se um dia precisares de silêncio para pensar em alguem,lembra-te que em silêncio,alguem pensa em ti...
Que teu fim de semana luminoso, lindo e brilhe para ti!...
Beijinho prateado com carinho
SOL

O das Caldas disse...

Oh Fernandinha amiga começo a perceber que, na realidade "se não os poderes vencer junta-te a eles". É que vislumbro que ainda vão ser espanhois a puxar a nossa economia. Então não é que há espanhois a planter oliveiras no alentejo e depois o azeite é vendido para o estrangeiro. Sempre é mais uma fonte de receitas para a nossa economia. E certamente haverá outros casos. Olha, temos que nos render às evidencias.
2 beijinhos

Acordomar disse...

Ola Fernandinha
Eu ontem tambei "pintei um quadro" triste.. vou ter de arranjar nova tela, tintas, pinceis ... mas arranjarei ;)

Beijinhos*

Fernando Santos (Chana) disse...

Cara amiga, apesar de um pouco triste...Belo poema !
Beijos

Estrela do Sul disse...

Amiguinha, passei so para te desejar

Um lindo fim de semana

Bjinho amigo

Mario Rodrigues

Zé Povinho disse...

Que o cinzento seja apenas uma nuvem passageira, e que a cor volte a pontuar a tua prosa.
Abraço do Zé

Suave Toque disse...

*♥* "Ser feliz não é ter uma vida perfeita, ' ' ' ' ' ' ' ' ' ' '♥*♥
♥*♥ Ser feliz é reconhecer que vale a pena viver, ' ' ' ' *♥*
*♥* apesar de todos os desafios e perdas... ' ' ' ' ' ' ' ' '♥*♥
♥*♥ Ser feliz é deixar de ser vítima dos problemas ' ' ' *♥*
*♥* e se tornar autor da própria história... ' ' ' ' ' ' ' ' ' ' ♥*♥
♥*♥ Ser feliz é uma conquista e não obra do acaso..." *♥*
    ☆ *  * ☆
 
"Lute diante das coisas mais difíceis
de tua vida com amor e sabedoria,
para que um dia possas olhar para
trás e dizer...eu consegui..."

Passando para desejar a tí e a todos que ama um feliz final de semana.

Elcia Belluci

tempoparaamar disse...

Amiga se podessemos pintar a vida só de traços belos, mas nem sempre é assim.Beijos de sentimentos para seu fim de semana...Salomé

Alice disse...

Lindas palavras, verdadeiras e tocantes.
beijos
Alice

rosa dourada/ondina azul disse...

Belo o teu poema,
embora de cores pálidas !

Mas a vida dá-nos uns dias mais coloridos que outros, o importante é perceber onde nos situamos :)


Beijinho colorido p ti,

C Valente disse...

Saudações amigas e bom fim de semana

Mário Margaride disse...

Triste, mas belo este poema, Fernandinha.

A tristeza, até parece mais bela, discrita com tão lindas palavras!

Um excelente fim de semana!

Beijinhos

Mário

JOSÉ FARIA disse...

A vida tem todas as cores desde a nascente à foz.
E o rio que nasce sobre um céu azul, pode também findar na foz sobre um céu azul, depende do entendimento do nosso olhar sobre a tela onde nos perdemos nas cores.

Brancamar disse...

Fernandinha,
Depois desta leitura tão bela, de contrastes de luz e côr, simultâneamente de tristeza e alegria, desejo que tenhas contigo sempre as cores vivas, lindas e alegres das paisagens da tua terra.
Tem um bom fim de semana.
Mil beijinhos
Branca

Fátima disse...

Amiga,

A vida é um arco-íris, alegre ou triste, mas é sempre vida!

:-) Beijinhos

luar perdido disse...

Fernandinha, perdoa a ausencia, entre trabalho e uma crise renal a coisa não tem estado fácil.
É verdade minha querida,de tantas vezes só notarmos o cinzento que nos rodeia "apagamos" o brilho e calor das outras cores. Ainda bem que o dia nasce, as portas se abrem e um ténue raio de sol incide sobre a tela morta e a trás à vida. Ressucita como Cristo, Aleluia!

Beijo imenso em ti, bom fim de semana

Agulheta disse...

Fernanda.
Para uma amiga querida,só poderei deixar beijinho e amizade. Lisa

O Profeta disse...

A tua poesia transmite-me uma sensação que não consigo explicar...


Doce beijo

Lyra disse...

Olá Fernanda, parabéns pelo belo poema!

Adorei e com certeza voltarei1

;O)

Flor disse...

:) Fernandinha minha linda! Como estás?

Venho desejar-Te um BOMMMMMM domingo e cheio de alegria

Ando sem tempo para visitar os amigos, desculpa a Flor :)

Beijoquinhas doces da Flor :)

Vera disse...

A vida é pintada de mil cores mesmo! Importa que a saibamos sempre colorir de cores belas!

Beijo

joão m. jacinto & poemas disse...

Pinta de arco-íris o teu coração
e sê forte como a luz...
De nada valerão as noites e o frio.
Existem pastores que sabem tão bem
guardar qualquer rebanho
ao relento
sob o peso das estrelas
por entre montes
e sombras…
Outros fazem da luz
caminhos
amparados por verde
com amor,
para que as suas ovelhas
nunca se tresmalhem.


bj,

joão m. jacinto

Belisa disse...

Olá

Venho lhe deixar muitos beijinhos e dizer que li mais um lindo poema!

beijos estrelados

António Inglês disse...

Boa noite Fernandinha

Venho só dizer-te que estou de volta e melhor.
Dado o adiantado da hora, hoje vou "nanar" e amanhã voltarei para falar mais um pouquinhos contigo e agradecer-te as manifestações de carinho, preocupação e amizade que me dedicaste.
Desejo-te um óptimo domingo.
António

O Sentir dos sentidos disse...

Olá Fernandinha...

Um belo poema... com traços de dor, pintado em tela de cores de amor.

Um Domingo repleto de PAZ!

Beijo....

São disse...

Ânimo, querida, esperança também.
Bom domingo.

Maria Laura disse...

E é isso o importante - ir pintando a vida com novas cores.

Belo poema.

R.G. disse...

Cobrir a vida de novas cores...
Belo poema.
Até Breve.
Beijo Perdido

Kalinka disse...

Dizem os blog-expert que a melhor maneira de acabar com um blogue é fazer longas pausas, terminar e depois voltar, enfim, parecer inconstante...
Isso faz com que os leitores percam o interesse e desapareçam.
Será mesmo?

Percebi que a vida não se arruma, puxam-nos o tapete a toda a hora...e, estou mesmo decidida a «fechar» o meu kalinka.
Peço desculpa a todos e estás entre eles, que sempre me deram força nos momentos mais difíceis.

Muito obrigada a quem me visita.

Beijinhos.