domingo, dezembro 03, 2006

Deixei-te chorando...

Paraíso de gaivotas livres,ondulantes
De imensos basaltos da mais negra cor,
Onde criancinhas brincam radinhantes
Onde o pobre é rico,vivendo de amor.

Aí,em teus campos,os melros bailando
Quebram o silêncio com seu chilrear,
E com suor do rosto,as terras regando
Trabalham os homens,sem nunca parar.

ILHA,és lavada por chuva caprichosa
Que campos matiza de rara beleza,
Fazendo de ti hortência formosa
Azul,cor de manto de velha nobreza.

Deixei-te numa tarde quente de calor
Minha alma repleta de mil sentimentos,
Tristeza,alegria,nostalgia amor
Saudades de filha,chorando lamentos.

Meus tempos de jovem,passei-os contigo
Correndo na costa,brincando no mar,
O tempo passou,esquecer não consigo,
Um dia em teus braços virei repousar.

Fernanda,3 de Dezembro de 2006

1 comentário:

joão jacinto & poemas disse...

Encontrei-te, finalmente!
Porém, viajando nas ilhas, olhando o mar.
Parabéns!
Bjs,
jj