sábado, novembro 28, 2009

!...OUVI A TECLA DE UM PIANO...!





TODAS AS FOTOS FORAM TIRADAS NAS ILHAS AÇOREANAS-PORTUGAL


SENTI, NÃO SEI BEM COMO SENTI
O MAIS SENTIDO SOFRER DO SER HUMANO,
OUVI, NÃO SEI BEM COMO OUVI
O GEMIDO DE UMA TECLA DE PIANO.


SOLTEI MEU OLHAR , LIBERTEI MINHA AUDIÇÃO
CAMINHEI LEVADA POR TÃO BELO TOM.


NA ESQUINA DA RUA, UM PRÉDIO ENVELHECIDO,
MANTINHA ABERTA UMA PEQUENA JANELA,
SUBO A ESCADARIA SEGUINDO O TAL RUÍDO,
AO PARAPEITO ME AGARRO E ESPREITO POR ELA.


AO ENTENDER QUEM ERA A DONA DO SOM,
ENTROU PELA JANELA O MEU CORAÇÃO.


A MÚSICA DOBRA A DOR, NO TECLADO
O SOM, QUE TRANSMITE, FAZ SEU SER SOFRER
QUEM MAGOA TAL JOVEM, TEM DE SER MALVADO,
NÃO OUVE, NÃO VÊ, NÃO PODE VIVER!


NA GASTA POLTRONA, DE VELUDO VERMELHO,
ONDE EM TEMPOS SE SENTOU O SEU AMANTE,
JAZ UM PAPEL, COM TEXTO ESCRITO E VELHO,
ONDE SE LÊ A DESPEDIDA, PERTURBANTE.


SÃO PENOSAS AS HORAS DE DELONGA,
POR ALGO QUE PENSOU NUNCA PERDER,
NÃO SERÁ A LUZ, NEM MESMO A SOMBRA,
QUE A FARÁ DA VIDA ESMORECER!


TOCA O SEU PIANO, SEU FIEL AMIGO
NESTES LONGOS ANOS SEMPRE AO SEU DISPOR,
TECLA A TECLA LHE TRAZ AMOR E ABRIGO,
AO PERMITIR, COM SUAS NOTAS, ELA COMPOR.


SEM PERTURBAR A ALMA DA ESPERANÇA,
QUE EMBEVECIDA ESPERA, AINDA, EM VÃO,
SALTO DA JANELA, TAL QUAL UMA CRIANÇA,
E ESCONDO, BEM FUNDO, O MEU CORAÇÃO.


A VIELA ESTREITA PARECE UMA AVENIDA,
QUE PERCORRO CORRENDO, PROCURANDO A VIDA.


NÃO VOLTO A SENTIR A JOVEM SONHAR
NÃO VOLTO A OUVIR O PIANO TOCAR.


FOTOS & POEMA


FERNANDA COSTA


LISBOA, 28 DE NOVEMBRO DE 2009

Posted by Picasa

53 comentários:

gaivota disse...

que lindo poema, maninha! há muito tempo que não sabia de ti, mas também tenho andado com muitos afazeres...
e as fotos, ainda lhes trago o "cheiro"!
bom fim de semana (ao piano...)
beijinhossss

Pelos caminhos da vida. disse...

Adoro ouvir o som que sai das teclas de um piano, lindo poema amiga.

Bom domingo pra vc.

Um gde abraço.

beijooo.

Sonhadora disse...

Fernanda
Lindo poema...e lindas fotos.
Quase que se ouve o piano.adorei
Um beijo
Sonhadora

FOTOS-SUSY disse...

OLA MAE, MARAVILHOSO POEMA...AS FOTOS ESTAO BELISSIMAS...ADOREI!!!
QUE TENHAS UM OPTIMO DOMINGO, COM MUITO AMOR E PAZ...BEIJINHOS DE NOS TODOS...TE ADORO MAE QUERIDA!!!


SUSY

RETIRO do ÉDEN disse...

Tenho saudades de ouvir meu filho ao piano.
Agora está inerte, tal como a auto-estima de quem o toca/tocava.

Lindo poema e fotos.
Santo Domingo
Bjs.
Mer

Isa disse...

Gosto tanto do som romântico do piano.Às vezes imagino-me a dançar ao
som dele...
Beijoo.
isa.

O QUATORZE disse...

Ólá.
Sinto nostalgia.
Está lindo e bem elaborado.
Espero que esteja bem melhor.
A mente muitas vezes guia para uma cura perfeita do nosso corpo e alma.
Que os dias vindouros te criem muita saúde e alegrias.
Bjs de amizade
LUIS 14

maria disse...

Lindo poema

Fica bem

manuel marques disse...

Um piano bem afinado este poema.

Beijo.

Everson Russo disse...

Lindo poema minha querida, acredito eu que , musica, poesia, amor, dor estão sempre andando lado a lado, um beijo carinhoso de amizade e uma semana linda pra voce.

Ana disse...

A poesia o amor e a dor ao som das palavras tocadas nesta bela poesia, fez-me também ouvir a música da tecla de um piano. Adorei!!!
As imagens estão magníficas dessas Ilhas que tens no coração.
Querida Fernandinha espero que já estejas restabelecida e que te sintas bem.
Um grande beijinho repleto de carinho,
Ana Paula

Silvana Nunes .'. disse...

BOM TARDE.
Antes de mais nada estou aqui para agradecer a visita e seu comentário tão significativo para mim. Eu ando um pouco ausente, minha conexão anda péssima, lentíssima - perco muito tempo para abrir os blogs, os mais carregados eu até desisto. Como já havia dito, eu moro dentro de um pedacinho da mata Atlãntica e o sinal aqui é muito dificultoso. Além do mais, com toda essa chuva que tem caído tenho mantido o meu computador desligado por conta dos raios, já queimei uma televisão por causa disso, aqui não tem pára-raios ( agora vê, acostumada com cidade grande, achei que no mato poderia existir um pára-raio - só eu mesma). Espero que compreenda as diversas limitações de quem escolheu viver no mato.
Hoje eu trago uma história bem legal, por um acaso sabe onde fica a tal casa-da-mãe-joana? Então vá até lá conferir.
A medida do possível vou colocando as histórias, com a lentidão de sempre.
FOI DESSE JEITO QUE EU OUVI DIZER... agradece mais uma vez a sua visita esperando que volte sempre.
BOM DOMINGO.
Saudações Florestais !
http://www.silnunesprof.blogspot.com

Maria Valadas disse...

Querida Fernanda,
Vives no paraíso... no verdadeiro jardin do Eden, tal a beleza das imagens que as fotos transmitem!

E comentar o teu poema... é mesmo ficar sem palavras para descrever a grandiosidade do teu sentir!

Parabéns querida poetisa!!

Beijos no teu coração.

Daniel Costa disse...

Fernada

Estar aqui no teu pedaço e não atentar bem nas belezas dos Açores, para mim seria como ir "Roma e não ver o Papa"! Falar delas será já reptir-me, mas inebriei-me. Ler o teu belo poema foi o seguimento desse encantamento. Que és excelente poetisa já sei, mas aprecio muito o teu género.
Por tudo e isto e talvez mais gostaria de contactarte por Mail,
Fica o meu: danielcosta@tele2.pt

Beijos
Daniel

sandra Freitas disse...

Dá pra ouvir o piano ao ler sua poesia, linda ....como sempre..

bjitos

Semana adorável prati Bejos..

as arteiras disse...

Olá, Fernanda!
Fotos belíssimas. Lindo pedaço de oceano!
Adoro ouvir som do piano, me deixa leve. Lindo poema!
Tenha uma boa semana!
Bjs!!!
As arteiras

Amordemadrugada disse...

fotos e palavras sempre maravilhosas Fernandinha
Bom dia de terça feira amiga
beso

Pelos caminhos da vida. disse...

O amor...
Abre as cabeças
Alegra o espírito
Desenvolve a auto-estima
Amolece os corações
Desperta as almas
Renova esperanças
Irradia luz
Revela a verdade
Aumenta a confiança
Traz consolo
Libera o riso
Proporciona entusiasmo
Desperta compaixão
Concilia ações
Integra partes
Transpõe diferenças
Supera dificuldades
Dá força
Cria cooperação
Encontra alegria
Traz paz
Une os seres
O AMOR FAZ A GENTE VOAR!

Bom dia amiga!

beijooo.

mundo azul disse...

________________________________

Belos e tristes os seus versos, Fernanda!
Por vezes, a perda de um amor é sentida para sempre...


Beijos de luz e o meu especial carinho!!!

_________________________________

Sandra disse...

Como é bom estar aqui nesta paz e alegria. Lindos poemas, lindas natureza.

Aqui tudo é possível, quando o amor vem do coração.


Este é mais um convite, para viver juntos aqui, comigo :http://sandraandradeendy.blogspot.com/ e logo ali em Poetas um Voo Livre.
Se junte a mim e aos que já estão lá.
Se vc, gosta de poesia, não deixe de conhecer este lindo catinho e ser mais dos seguidores de lá. Se vc. não faz parte dele, então venha. Venha curtir as emoções que falam do amor.
Te espero lá.
Venha conhecer também este lindo cantinho de amor, onde são compartilhadas lindas poesias e poemas de amigos.
Bem como as minhas.
Te espero lá.
Seja mais seguidor desse universo amoroso.
http://sandraandradeendy.blogspot.com/
Juntos sentiremos o prazer viver em harmoniacom o amor.
Dois endereços bem convidativos. Venha ouvir e ler momentos de amor...
Sandra

heli disse...

Fernandinha.
Adorei as fotos e seu poema me fez ouvir o piano a tocar.
beijos,
heli

O Árabe disse...

Sabe, Fernanda? Entre fotos e textos... nem sei onde se abriga mais a poesia! :) Boa semana, amiga.

Véu de Maya disse...

Um encanto com marcas claras de sublimidade...as tuas fotos são fantásticas...beijinho de amizade.

Véu de Maya

Rita disse...

Oi, Fernanda! Que bom que veio apreciar meu espaço de versos. Assim tenho também a oportunidade de conhecer seu espaço.

Esse poema é maravilhoso! Aliás todo o seu blog é recheado de coisas bonitas.

Eu voltarei para apreciar mais de sua arte! E para não perder de vista seu blog, já estou te seguindo ok?

Volte sempre, querida! Um forte abraço.

C Valente disse...

lindo lindo
saudações amigas

Manuela disse...

Amiga Fernanda, em homenagem á sua sempre simpática amizade, fiz uma pequena lembrança de Natal.
Espero que goste.

Vá aqui a este meu blog:

http://changessimply.blogspot.com/

Beijinhos e bom resto de semana

Manuela

Conceição Duarte disse...

Fernanda, que lindo seu poema!
As fotos são belas também e as hortências, uma maravilha....
Te peço que vote no blog aí, temos pouco tempo...
vai la...
um beijo grande, CON

por favor entrem no

http://www.gazetadosblogueiros.com

GRIFOPLANANTE, está no meio da pagina, dê um clique apenas por lá e proveque é unido ao pessoal da net como nós somos! Obrigada, e conheça oblog desse grande fotógrafo português... obrigada CON

Sandra disse...

Voltei minha linda, para retribuir o seu carinha e convidar vc, convidar para viajar comigo até Portugal..
Ficou curioso, então veja:
Deixo o convite aberto para vc. vim participar do meu momento em Portugal.
Siga este endereço e veja quem está lá.

Venha para Portugal e veja quem está lá.
clique neste endereço.
http://olhardireito.blogspot.com/2009/12/momentos-8poema.html
deixe seu recadinho lá.

1º concurso de Poesia.
Venha viajar comigo.
Será um grande prazer ter a sua companhia nesta linda viagem.
Se você achar melhor ir pelo blog da Curiosa é só acessar o link e tenha uma linda viagem...
Com muito carinho
Sandra

Bandys disse...

Fernandinha,

Tudo lindo poema e as fotos alias nas fotos voce tem dado show.
Amo essas imagens da ilha de Açores.

Beijos minha querida,

Vieira Calado disse...

Olá, minha querida!

E eu a pensar que a amiga já estava completamente recuperada!

Desejo-lhe o mais rápido restabelecimento.

E, quanto ao Natal, ainda vem longe,

mas como todos os dias deveriam ser Natal...

Feliz Natal!

Beijinhosss

Sonia Schmorantz disse...

Fernanda, amei este poema, é muito especial!
beijos

Sandra disse...

Bom Dia, minha Amada.
Hoje é vc. quem está no Blog Sinal de Liberdade.
Passe lá confira.
Ficou muito shou.
Um grande abraço.
Sandra

Sandra disse...

Vim lhe trazer o endwereço, para facilitar, o seu percurso, rsrsrsrsr.
http://sandraandradeendy.blogspot.com/
Te espero lá.
Sandra

Dulce disse...

Fernandinha
vim encantar-me com suas lindas fotos, saborear a beleza e a sensibilidade guardadas em seus poemas. Sempre um momento lindo este que aqui encontramos.
beijos, amiga, fique bem

Everson Russo disse...

Uma linda tarde pra ti querida, que Deus te abençoe muito e sempre...beijos carinhosos.

Goldfinger disse...

Fernandinha, minha doce e querida amiga.

Há quanto tempo ando afastado de blogues...

Fotos lindas de um Açores onde estiva há muitos anos. Faço projectos com a minha mulher para lá ir, mas por esta ou aquela razão não tem sido possível. Um dia será.

Espero que esteja bem e recomposta das suas maleitas.


Envio-lhe um grande. grande abraço de amizade e saudade.
Bjs

António

Gil Moura disse...

Olá, fernandinha!

Um belíssimo poema, acompanhado de belíssimas fotos! Tens um talento inato.

Gostei muito!

Beijinhos

Gil

Zé Povinho disse...

Música e poesia são formas de demonstrar sentimentos e isso está aqui sempre presente.
Abraço do Zé

elvira carvalho disse...

Um poema muito bonito mas triste.
Parece ser uma mensagem contra a violência.
Lindas as fotos.
E todo o blogue está muito bonito.
Um abraço

Mário Margaride disse...

Olá, fernandinha

Nada mais suave que o teclar de um piano. Um lindíssimo poema, minha amiga! E as fotos...estão divinais.

Beijinho grande!

Mário

Branca disse...

Quase dá pra ouvir o som desse piano, lendo tão belas palavras e viajando nessas imagens...adorei Fernanda!


Bjo amiga!

Anita disse...

A oportunidade para os grandes actos pode nunca chegar, mas a oportunidade para as boas acções se renova dia a dia.

Um dia cheio de oportunidades para abençoarmos todos os que nos rodeiam.
Mil beijinhos.
Fica bem. Fica com Deus.
Anita (amor fraternal)

cristal de uma mulher disse...

Amiga que bom que vc chegou em meu cantinho e espero que disfrute muito...Tudo aqui é lindo adoro as flores e o que diz respeito a natureza..Logo voltarei pois por hora esto sem sinal de internet já faz 5 dias...
Meeu beijo de luz e seja bem vinda senpre.

Um Poema disse...

....

É sempre um prazer enorme ler os teus poemas.
As imagens, como sempre, trazem-me um certo sabor de saudade.

Um abraço

Jardineiro de Plantão disse...

Aprecio o som do piano…
Adoro a sua poesia,
Existe um site que talvez goste de visitar.
http://karldjomenestrel.blogspot.com/ um sitio de poesia recente de um compadre.

Carlos

Fragmentos Betty Martins disse...

.________querida Fernandinha




que poema tão maravilhoso



adoro ouvir piano (minha mãe toca lindamente) nasci.cresci e vivo ao som do piano


...

belo.muito.belo











__________///







beijO______ternO

Viviana disse...

Querida Fernandinha

Poetisa linda

Lindo, lindo, o seu poema.

Ah! as teclas do piano!

Tive a sensação de as ouvir de verdade.

Parabéns.

Um abraço

viviana

Céci disse...

Olá Fernandinha,

Bonito demais este teu poema, e quase consegui entrar neste teu poema e ouvir o som de tecla a tecla.

As fotografias estão belas, magnificas.

Bjinhos

Céci

Jacarée disse...

Fernandinha!!!

Senti em cada linha uma nota
Com o som que me percorreu a alma
Ouvi o sofrimento humano
E o teclar de piano

Não me deixe na expectativa
Continue a declamar
Pois,é o som da beleza e Alma
Que liberta o Sonho do pensamento e do coração.

FELICIDADES,


Borrifos de Jacarée

Oliver Pickwick disse...

Um final um tanto melancólico para um belo poema, mas pelo menos temos as fotografias do seu paraíso açoriano para entreter-nos.
Um beijo!

Sandra disse...

Ola, como vai??
tudo bem, eu tambem!!!
Sinal de Liberdade,
http://sandraandradeendy.blogspot.com/ agradece a sua visita.
Poetas um voo livre também
http://sandraregina7.blogspot.com/
Volte sempre.
Estarei te esperando.
Vem buscar neste endereço um carinho para vc.
http://sandraandrade7.blogspot.com/
Com muito carinho.
Sandra

Sandra disse...

Ola, como vai??
tudo bem, eu tambem!!!
Sinal de Liberdade,
http://sandraandradeendy.blogspot.com/ agradece a sua visita.
Poetas um voo livre também
http://sandraregina7.blogspot.com/
Volte sempre.
Estarei te esperando.
Vem buscar neste endereço um carinho para vc.
http://sandraandrade7.blogspot.com/
Com muito carinho.
Sandra

C Valente disse...

Passei e deixo saudaç~pes amigas.
Não esquecendo votos de melhoras, e coragem para enfrentar o coração
que por vezes quer pregar partidas.
Eu fiz um triplo by-pass e parece que está a resultar bem
Um beijo amigo